Educação dialoga com representantes da pasta em 21 municípios

A Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE) reuniu nesta quinta-feira, 11, os coordenadores das 21 representações da pasta nos municípios. O evento ocorreu durante todo o dia no auditório da Biblioteca Pública Estadual. A programação se estende até esta sexta, 12.

O evento reúne os 21 coordenadores das representações da SEE nos municípios. Foto: Mardilson Gomes/SEE

De acordo com a secretária de Estado de Educação, Socorro Neri, essa é uma reunião de gerência, que tem a intenção de avaliar o momento atual em que a educação do Acre se encontra que é a retomada das aulas presenciais, que se dá em todo o estado gradualmente,  por meio de revezamento.

“Esse processo é gradual, permeado de dificuldades, mas que nos coloca um passo à frente no compromisso maior que todos nós temos, que é a garantia do direito à aprendizagem dos nossos alunos”, ressaltou a secretária.

Coordenadora da representação da SEE em Porto Walter, Fabiana Pedrosa. Foto: Mardilson Gomes/SEE

Para a coordenadora da representação da SEE em Porto Walter, Fabiana Pedrosa, município que fica há quase 600 quilômetros da capital Rio Branco, essa é a oportunidade de uma conversa objetiva com os dirigentes da secretaria. “Nos dá esperança para que algumas dificuldades que nós temos sejam resolvidas”.

O município atualmente conta com uma escola da rede estadual urbana, oito indígenas e uma rural, onde estão os anexos da Educação de Jovens e Adultos.

Rodrigues Alves recebe doação de área terra para construção de escola

Ainda no início da cerimônia de abertura do evento, a secretária de Educação recebeu um termo de doação da empresa Agro Juruá LTDA, o qual transfere à SEE uma área de terra no município de Rodrigues Alves para a construção de uma escola.

Paulo Mororó e secretária Socorro Neri com termo de doação. Foto: Mardilson Gomes/SEE

Um dos doadores, sócio da empresa e que também é coordenador da representação da SEE no município, Paulo Mororó, explica que a extensão de terra encontra-se na foz do Rio Paraná dos Mouras. “É a área onde eu nasci, que era dos meus pais. Como hoje eu sou coordenador em Rodrigues Alves e vendo a necessidade que nós temos de construir uma escola, eu achei necessário, como pessoa, como educador”.

Paulo é educador do Estado há 30 anos. O professor de geografia conta que na área há espaço para construção de uma escola de grande porte. Segundo ele, na região, atualmente, vivem cerca de 500 alunos.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest