Dom Bosco: referência de ensino especial investe na parceria entre família e escola

Centro atende 400 alunos com necessidades educacionais e múltiplas 

d0om_bosco_.jpg

Dom Bosco é finalista pela segundo vez consecultiva no Prêmio Estadual de Referência em Gestão Escolar(foto Assessoria SEE)

Quando se fala em ensino especial no Acre, uma unidade escolar é referência nesta modalidade: O Centro de Ensino Especial Dom Bosco. Com ações voltadas para uma gestão participativa em que alunos, pais e professores se integram em o todo processo educacional, o Dom Bosco chega pela segunda vez consecutiva, entre as dez finalistas do Prêmio Estadual de Referência em Gestão Escolar.

Há 32 anos atendendo exclusivamente às crianças, adolescentes e adultos com necessidades educacionais especiais na área de deficiência intelectual e múltipla, a instituição que atende cerca de 400 estudantes, conta com uma equipe multidisciplinar composta por psicólogo, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional, fisioterapeuta, pedagogos e professores.

O Dom Bosco ao longo dos anos tem desenvolvido muitos projetos para consolidar a inclusão social do educando. É o caso do Programa de Educação Profissional Básico, que promove oficinas de artesanato, ampliando as condições do jovem para inserção no mercado de trabalho.

Professora há três anos do centro, Alessandra Brasileiro, vê o Prêmio Gestão como uma ferramenta para divulgar junto à sociedade, o compromisso social da unidade, além de incentivar a construção de novos projetos.“Este evento reafirma nosso compromisso com a educação, além de estimular a fazer melhor, o que já realizamos.Eu me sinto motivada com esta iniciativa”, ressalta a professora. 

Outro projeto em especial tem se mostrado muito eficiente quanto a seus resultados. Trata-se do Plano de Desenvolvimento Socializado, que se propõe a firmar parceria entre a família e a unidade de ensino, com o objetivo de definir conjuntamente assuntos relacionados ao atendimento e conforto dos alunos. Com esta iniciativa a escola fortaleceu a relação família/centro contribuindo para o crescimento cognitivo, social e afetivo do aluno.

Para a diretora do Dom Bosco, Rosilda Moura de Souza, a participação no prêmio já é um grande aprendizado para a escola. “ Realmente este prêmio vem ajudando muito as escolas, pois ele abre horizontes na gestão educacional e possibilita identificar nossos pontos fracos”, afirma a gestora.

É com esta gestão participativa,  que o Centro de Educação Especial Dom Bosco espera levar no próximo dia 04 de agosto, às 15 horas, no Teatrão,  o troféu de campeã estadual em gestão escolar.