Dnit informa em nota que já iniciou ação em trecho interditado da BR-364

Parte da rodovia desbarrancou devido às chuvas recorrentes na região (Foto: Dnit)
Parte da rodovia desbarrancou devido às chuvas recorrentes na região (Foto: Dnit)

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) emitiu nota, neste sábado, 18, sobre a interrupção de tráfego na BR-364, ocasionada pelo desbarrancamento de uma parte da rodovia, próximo ao Rio Gregório, em Tarauacá.

O Departamento informa que já iniciaram os trabalhos para restabelecer o tráfego na rodovia.

Confira a nota:

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), vem por meio desta nota alertar e esclarecer os usuários da rodovia federal BR-364/AC que a pista foi parcialmente interditada próximo ao km 622 (cerca de 7km antes do Rio Gregório), entre Tarauacá e Cruzeiro do Sul; O Departamento já está com técnicos e a empresa contratada para manutenção do trecho no local; e os serviços necessários para manutenção do tráfego já foram iniciados.

Tal medida foi tomada como forma de resguardar a segurança dos usuários e permitir que os serviços  possam ser realizados o quanto antes para restabelecer o fluxo de veículos na rodovia.

O Dnit aproveita para esclarecer que desde que assumiu o trecho desta rodovia, em janeiro do corrente ano, todas as medidas e esforços tem sido tomados para manter o tráfego da BR-364/AC, porém parte dos serviços tem sido impedido de serem executados dadas as fortes chuvas na região. Atualmente estão em andamento 3 planos de trabalho para o trecho entre Sena Madureira e o Rio Liberdade; além de estar em andamento o processo licitatório de um Programa de Restauração para o trecho entre o Rio Liberdade e Cruzeiro do Sul. O órgão aproveita ainda para esclarecer que atualmente encontra-se em elaboração um anteprojeto para restauração/reconstrução do trecho assumido em janeiro de 2015, com previsão de licitação para o começo do próximo ano.

De forma complementar estão sendo feitos estudos, monitoramento, controle de tráfego e serviços necessários para que o tráfego da rodovia não seja interrompido.

Por fim, os engenheiros do Dnit alertam à população que costuma circular na rodovia que tenham cuidado; respeitem as placas de sinalização e as diretivas do órgão, tanto do peso máximo permitido quanto ao tipo de veículo autorizado a trafegar no referido trecho (entre Sena Madureira e o Rio Liberdade), até que a rodovia possa apresentar as condições necessárias para o tráfego constante e seguro.