arte

Dia Nacional das Histórias em Quadrinhos é celebrado neste domingo

No dia 30 de janeiro de 1869, Angelo Agostini publicava a primeira história em quadrinhos nacional: “As Aventuras de Nhô-Quim ou Impressões de uma Viagem à Corte”. Como homenagem, ficou instituído que neste dia seria comemorado o Dia Nacional das Histórias em Quadrinhos, ou Dia do Quadrinho Nacional.

As HQs, que podem estar apresentadas em tirinhas ou revistinhas, são histórias contadas em formato gráfico, como um livro mais visual. As histórias de super-heróis, com seus poderes e suas identidades secretas, ajudaram a tornar popular essa forma de arte. E ela abrange todas as tribos inimagináveis: crianças, adultos, romancistas, nerds, fãs de histórias noir, contos policiais, etc.

As Aventuras de Nhô Quim ou Impressões de Uma Viagem à Corte. Foto: Wikimedia Commons/Revista Galileu

Atualmente a Biblioteca Pública Estadual Adonay Barbosa dos Santos, um dos espaços administrados pela Fundação de Cultura Elias Mansour, conta com um espaço totalmente dedicado à leitura e apreciação de HQs. Seu acervo inclui as famosas revistinhas do Tex, Marvel, DC Comics, diversos mangás, graphic novels e até os tão queridos quadrinhos da Turma da Mônica.

Atualmente, por motivo da pandemia do Coronavírus, a Biblioteca Pública Estadual Adonay Barbosa está fechada para o público. Para mais informações, acesse as redes sociais no Instagram (@fundacaoeliasmansour) e Facebook (/fem.acre).

O Espaço HQ é completo e recheado de histórias para todos os gostos. Foto: Hannah Lydia