Serviço

Detran busca parcerias para implantar núcleo de apoio a vítimas de acidentes

Buscar apoio institucional para garantir a execução de projetos e outras iniciativas de apoio a vítimas de acidentes de trânsito. Foi com esse objetivo que a equipe da Diretoria de Operações do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) se reuniu nesta terça-feira, 24, com a primeira-dama do Acre, Ana Paula Cameli.

O núcleo de apoio às vítimas de trânsito será formado por uma rede de órgãos públicos Foto: Neto Lucena/Secom

A ideia é montar um núcleo que possa orientar e oferecer atendimentos especializados aos familiares e vítimas. A parceria deve integrar algumas entidades públicas na prestação desses serviços.

“Nossa preocupação é com a situação das famílias das vítimas, como alcançá-las com os serviços que o Estado pode oferecer no momento pós-acidente. Nós já realizamos um trabalho preventivo, mas é preciso estender a atuação do Detran”, disse Taynara Martins, diretora de Operações do Detran.

O núcleo vai contar com o apoio institucional do Gabinete da Primeira-Dama Foto: Neto Lucena/Secom

Uma das maiores demandas de quem se envolve em acidentes de trânsito está relacionada aos procedimentos necessários para requerer o Seguro por Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT), que oferece cobertura total e parcial para vítimas fatais e não fatais.

O trabalho do Detran tem três eixos principais de atuação: engenharia, fiscalização e a educação, essa última responsável pela conscientização direta do cidadão a respeito da adoção de comportamentos prudentes no trânsito.

“O Detran já realiza um grande e importante trabalho, e nós precisamos ampliá-lo. A iniciativa de criação do núcleo é louvável e a equipe pode contar com todo apoio que precisar aqui do nosso gabinete, na formação de uma rede de parceiros”, afirmou Ana Paula Cameli.