infraestrutura

Deracre envia mais 40 toneladas de insumos para obra do aeródromo do Jordão

Nesta semana, o governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre), enviou mais 40 toneladas de insumos para obras na pista de pouso do aeródromo de Jordão.

Transporte de insumos para o aeródromo do Jordão. Foto: Ascom/Deracre

“É um desafio que o Estado tem enfrentado e estamos unidos para tão logo garantir a recuperação da pista de pouso e, dessa forma, levar mais acesso para a população”, afirmou o presidente do Deracre, Petronio Antunes.

Devido ao acesso do município ser restringido pelas malhas aérea e fluvial, o transporte de insumos e materiais se torna um desafio e o rio é o meio mais viável.

“Estamos enviando mais insumos para as obras no aeródromo para que, assim, a pista possa ser recuperada”, afirmou o diretor de Portos e Aeroportos, Sócrates Guimarães.

Dessa forma, para que todos os insumos cheguem até a cidade, se faz necessária a utilização de embarcações e máquinas. São barcos, retroescavadeiras, caminhões de apoios e agentes técnicos do Deracre que se dedicam ao trabalho.

Os insumos partem da cidade de Tarauacá, onde é realizada uma das etapas de transbordo para o envio das 40 toneladas de insumos, que chegam em caminhões e são retirados com a ajuda de retroescavadeiras que descem o barranco e descarregam os materiais em rampas.