O governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre), assumiu, nesta quarta-feira, 22, a execução das obras de manutenção na pista de pouso do aeródromo de Jordão.

Trabalhadores do Deracre iniciaram serviços emergenciais. Foto: Ascom/Deracre

O presidente interino da autarquia, Sócrates Guimarães, destacou a importância da obra para o município, bem como garantiu a continuidade dos serviços, envio de insumos e deslocamento de uma equipe de trabalhadores.

“Estamos assumindo as obras de manutenção do aeródromo de Jordão. Trouxemos uma equipe de trabalhadores do Deracre. Em breve devemos ampliar essa equipe com mais pessoas, para que possamos avançar com os serviços e, assim, não mediremos esforços para que isso aconteça o mais breve possível”, enfatizou.

Presidente interino informou que equipe do Deracre deve ser ampliada na obra de manutenção. Foto: Ascom/Deracre

Segundo Sócrates Guimarães, devido ao acesso do município ser restringido pelas malhas aérea e fluvial, o transporte de insumos e materiais pelos rios se torna um desafio, e o rio é o meio mais viável. O Deracre dispõe de uma balsa que realiza o trabalho.

“Em 2023 o Deracre encaminhou mais de 215 toneladas de insumos para execução dos trabalhos”, destacou o presidente interino.

Desta forma, para que todos os insumos cheguem até a cidade, há necessidade  de utilização de embarcações e também de máquinas. São barcos, retroescavadeiras, caminhões de apoios e agentes técnicos do Deracre que se dedicam ao trabalho.

Os insumos partem da cidade de Tarauacá, onde é realizada uma das etapas de transbordo para o envio,  chegam em caminhões e são retirados com ajuda de retroescavadeiras que descem o barranco e descarregam os insumos em rampas.