educação especial

Curso capacita educadores para identificação e inclusão de alunos com altas habilidades e superdotação

O Núcleo de Atividades de Altas Habilidades/Superdotação (Naah/S) do Acre, órgão ligado ao Departamento de Educação Especial da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE), promove o curso Reconhecendo as Altas Habilidades/Superdotação e a Inclusão de Alunos Identificados, destinado a professores, coordenadores, gestores escolares, acadêmicos de cursos de licenciatura e demais interessados.

Com o objetivo de desmistificar ideias errôneas sobre o conceito e comportamento de pessoas com altas habilidades ou superdotação, o curso possui carga de 40 horas e será realizado de 27 de novembro a 8 de dezembro, em Rio Branco.

Produções artísticas de alunos do Naah/S. Foto: Jorge William/Arquivo SEE

As aulas serão realizadas na modalidade híbrida: os três primeiros dias (27, 28 e 29) serão compostos por estudo remoto, a partir de materiais enviados por e-mail. A participação será computada a partir da atividade avaliativa obrigatória, que deverá ser encaminhada,  também via e-mail, ao término desse período.

A partir do dia 30, os encontros serão presenciais, com duas turmas, sendo uma das 7h30 às 11h30 e outra das 13h30 às 17h30, no prédio do Naah/S, localizado no Núcleo de Educação e Tecnologia Assistiva (Neta) – Estrada Alberto Torres, 825, Conjunto Mariana, na capital.

As inscrições podem ser feitas até sexta-feira, 24, pelo formulário eletrônico forms.gle/GY7i8q79JydCaQ1q8.

Qual a diferença entre altas habilidades e superdotação?

Enquanto o termo “altas habilidades” enfatiza os aspectos que são moldados, modificados e enriquecidos pelo papel do ambiente (família, escola, cultura), “superdotação” faz referência aos aspectos inatos e genéticos da inteligência e da personalidade do indivíduo.