Sustentabilidade

COP27: governadores da Amazônia Legal concedem entrevista coletiva à imprensa

Após debater o financiamento climático e o papel da cooperação internacional para o desenvolvimento de baixas emissões, os governadores que compõem o Consórcio da Amazônia Legal (CAL) concederam entrevista à imprensa nacional e internacional durante a COP27, na manhã desta segunda-feira, 14, em Sharm el-Sheikh, no Egito.

Governadores da Amazônia Legal concedem entrevista coletiva à imprensa durante a COP27. Foto: Pedro Devani/Secom

Ao ser perguntado sobre os planos do Estado para os próximos anos com foco na preservação ambiental, o governador do Acre, Gladson Cameli, foi enfático ao dizer que gerar emprego e renda, garantindo a sustentabilidade da região amazônica, é o principal objetivo do plano decenal de desenvolvimento sustentável, que está em fase de conclusão.

Gladson Cameli garante olhar voltado para as políticas ambientais no Acre. Foto: Pedro Devani/Secom

“O governo do Estado do Acre tem um olhar voltado para as políticas ambientais e todos os compromissos firmados serão cumpridos. Para nós, da Amazônia, o financiamento das políticas de sustentabilidade deve ser fortalecido e ampliado”, destacou.

Também participaram da coletiva o governador do Pará, Helder Barbalho, que está presidindo interinamente o Consórcio da Amazônia Legal (CAL); e os governadores de Rondônia, Marcos Rocha; de Mato Grosso, Mauro Mendes; e do Tocantins, Wanderlei Barbosa.

Presidente interino do Consórcio da Amazônia Legal, Helder Barbalho, disse que é preciso discutir uma proposta que possa representar o novo momento do Brasil. Foto: Pedro Devani/Secom

“Temos uma região que comporta mais de 50% do território nacional, que abriga quase 30 milhões de brasileiros. É preciso discutir com a próxima gestão uma proposta que possa representar o novo momento que o Brasil irá viver, mas que continue preservando a essência da sustentabilidade”, destacou o governador Helder Barbalho, presidente interino do Consórcio.