Cooperfloresta conta com apoio do governo para iniciar atividades

Cooperados discutiram a estratégia de realização das atividades previstas para 2015 (Foto: Edna Medeiros/Secom)
Cooperados discutiram a estratégia de realização das atividades previstas para 2015 (Foto: Edna Medeiros/Secom)

Para dar início aos trabalhos referentes à safra 2015 nas comunidades, reservas e associações, a equipe da Cooperativa dos Produtores Florestais Comunitários (Cooperfloresta) participou de reunião na manhã desta segunda-feira, 13, na Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), que este ano assume a pasta de Florestas, anteriormente gerida pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Florestal, da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis (Sedens).

Durante o encontro, o presidente da Cooperfloresta, Dionísio Barbosa, explicou que a cooperativa precisa nivelar as ações previstas para o atual exercício, bem como a efetivação de convênio com o Estado para apoio às ações estratégias, além do que já é garantido pelo governo. “Esta reunião é muito importante porque vai nos instruir, e agora, como a parte de florestas foi para a Sema, estamos afinando a estratégia”, disse.

Atualmente, a cooperativa que trabalha com extração da madeira tem 177 cooperados, que realizam manejo florestal comunitário em seis associações, cinco projetos de assentamento e uma parte da Reserva Extrativista Chico Mendes, prestando assistência técnica a mais de mil pessoas.

Na oportunidade, a equipe colocou em pauta o processo de licenciamento e exploração florestal e debateu a possibilidade de realizar serviços por meio do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Estado do Acre (PDSA) II para manejo. O titular da Sema, Edegard de Deus, declarou que o trabalho da Cooperfloresta é prioridade para a gestão. “Os cooperados são prioridades na nossa gestão, por serem os principais organizadores dos processos de manejo florestal junto às comunidades. Fortalecendo essa parceria, nós ajudamos a cuidar de aproximadamente mil pessoas que sobrevivem dessa atividade”, ressaltou.