O governo do Acre, por meio da Controladoria-Geral do Estado (CGE), aderiu nesta segunda-feira, 1º, ao Programa de Fortalecimento de Corregedorias (Procor), iniciativa da Corregedoria-Geral da União (CGU) que visa fomentar a atividade correcional em todo o território nacional. O objetivo é aperfeiçoar a gestão pública e fortalecer o controle interno dos órgãos e entidades.

“Essa é uma iniciativa muito importante; é a primeira vez que o Acre adere ao Procor, o que demonstra o compromisso do governo do Estado com a transparência, a ética e a responsabilidade na gestão dos recursos públicos”, destaca a controladora-geral do Estado, Mayara Cristine de Lima.

Mayara: “É a primeira vez que o Acre adere ao Procor”. Foto: cedida

Com o apoio da CGU, a CGE espera fortalecer ainda mais as corregedorias e aprimorar os mecanismos de controle interno, garantindo a eficiência e a qualidade dos serviços públicos prestados à população acreana.

O que é o Procor?

O Procor é um programa de adesão voluntária, criado pela Portaria/CGU nº 1.000/2019, que visa apoiar os órgãos e as entidades da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios na execução de suas atividades correcionais.

Benefícios do Procor

  • Capacitação: a CGU oferece cursos e treinamentos sobre atividades correcionais, aperfeiçoando a atuação dos profissionais da área.
  • Material orientativo: a CGU disponibiliza manuais, cartilhas e outros materiais para auxiliar na gestão da atividade correcional.
  • Sistemas informatizados: a CGU oferece acesso a sistemas informatizados que otimizam o trabalho das corregedorias.
  • Intercâmbio de boas práticas: o Procor promove o compartilhamento de experiências entre as corregedorias, por meio de reuniões, de eventos e do Concurso de Boas Práticas.