Controlador-geral do Acre participa de seminário nacional sobre controle interno

O Banco Mundial, em parceria com o Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci), realizou na última semana, em Foz do Iguaçu (PR), seminário com o objetivo de traçar um panorama da situação atual dos controles e auditorias internas governamentais no Brasil, além de promover a discussão sobre novas perspectivas para o desenvolvimento desses setores.

Edson Manchini  é conselheiro fiscal do Conaci e participou do encontro a convite do Banco Mundial ( Foto: Assessoria CGE)
Edson Manchini é conselheiro fiscal do Conaci e participou do encontro a convite do Banco Mundial ( Foto: Assessoria do Conaci)

Estiveram no encontro membros do Conselho Nacional de todos os estados, entre eles o controlador-geral do Acre, Edson Manchini, que é conselheiro fiscal do Conaci e participou a convite do Banco Mundial.

Intitulado “O Controle Interno Governamental no Brasil – Velhos Desafios, Novas Perspectivas”, o seminário contou com uma programação de palestras voltadas para os servidores que atuam nos órgãos de controle interno do país. Entre as temáticas abordadas estao o desenvolvimento institucional e o desempenho dos controles internos no Brasil.

Edson Manchini destaca que o convite do Banco Mundial para participar do seminário é uma oportunidade de compartilhar boas práticas, falar dos desafios que os órgãos de controle enfrentam em todo o país e apresentar perspectivas futuras.

“O momento é de refletirmos sobre o que avançamos e no que precisamos avançar mais. O Banco Mundial está aproveitando o evento para discutir linhas de crédito no sentido de fortalecer os órgãos de controle interno no Brasil”, afirmou.