Legislativo cria Frente Parlamentar de apoio às micros e pequenas empresas

Deputados se comprometem a apoiar o desenvolvimento das micro e pequenas empresas acreanas.

Deputados se comprometem a apoiar o desenvolvimento das micro e pequenas empresas acreanas.

A Assembléia Legislativa do Estado (Aleac) lançou, na sessão desta quinta-feira, 15, a Frente Parlamentar de apoio às micros e pequenas empresas acreanas. Além dos deputados estaduais, participaram do lançamento o presidente nacional do Sebrae, Paulo Okamotto, o superintendente do Sebrae/AC, Orlando Sabino, e o diretor-presidente da Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac), César Dotto.

O objetivo da Frente Parlamentar é apoiar o desenvolvimento das micros e pequenas empresas de todo o Estado. Segundo o presidente da Aleac, deputado Edvaldo Magalhães, a primeira ação da frente será a discussão sobre a criação do programa de compras governamentais. "O estatuto garante 30% dos gastos governamentais, destinados às micros e pequenas empresas, mas isso precisa ser regulamentado. Essa será a primeira batalha dos deputados da Aleac", garantiu Magalhães.

{xtypo_quote}As micros e pequenas empresas são fundamentais para o desenvolvimento e o crescimento do Estado.{/xtypo_quote}

Em visita de dois dias ao Acre, o presidente nacional do Sebrae, Paulo Okamotto, participou do lançamento da frente e disse que ainda é necessário melhorar o ambiente de desenvolvimento das micros e pequenas empresas. "Iniciativa como essa da Assembléia vai possibilitar o crescimento das empresas e, conseqüentemente, do Acre", avaliou Okamotto.

"Com a Frente Parlamentar, as empresas ganharam parceiros muito importantes que são os deputados, representantes da sociedade. Agora, o Sebrae poderá subsidiar os deputados para que a Aleac possa elaborar boas propostas às micros e pequenas empresas do Acre", disse o superintendente do Sebrae/AC, Orlando Sabino.