Começa a Mostra Vídeo nas Aldeias

Filmes produzidos por índios levam o olhar das tribos para a população

mostra_de_videos_indigenas_foto_luciano_pontes_08.jpg
mostra_de_videos_indigenas_foto_luciano_pontes_09.jpg

Durante mostra de vídeo, estudantes também participam de debate com os produtores indígenas (Foto: Luciano Pontes/Secom)

O cinema é mais do que entretenimento, é um processo de aprendizagem. Sob essa ótica, Rio Branco recebe a partir desta segunda-feira, 12, a Mostra Vídeo nas Aldeias, que vai até o dia 18 de abril, levando filmes produzidos por cineastas indígenas dentro de suas próprias aldeias. A mostra acontece em 5 pontos da cidade em diversos horários, Filmoteca Acreana, Cineclube Som da Floresta, Cineclube Aquiry, Teatro Barracão e Biblioteca da Floresta, sendo esse último ponto exclusivo para exibições agendadas de alunos do sistema público. Todas as sessões possuem debate após as exibições com os cineastas que produziram os vídeos.

Assim, os vídeos demonstram a ótica do próprio índio. A mostra, que é a primeira do gênero, também é uma forma de abordar como as novas gerações indígenas conseguem interagir muito bem entre manter suas tradições culturais e novas maneiras de preservar a cultura de seu povo, através dessa forma importante que é a documentação cinematográfica. São dezenas de filmes premiados e aclamados em diversas partes do mundo, como a Europa e alguns países da Ásia, como o Japão.

A mostra traz produções realizadas nas aldeias dos povos Ashaninka, Guarani, Huni Kui, Kuikuro e Xavante. Vicente Carelli, cineasta curador da mostra, explica que "levar ao conhecimento da população brasileira a cultura indígena é fundamental. É um novo olhar sobre essa cultura". Já para o cineasta acreano Valdete da Silva Pinhanta, o Bebito, da etnia Ashaninka, que também está com produções na mostra, afirma que as produções "ajudam a mudar o conceito de visão dos índios. Quando se fala de índio, as pessoas pensam que tudo é uma cultura só, não é. Cada tribo tem sua cultura e os filmes servem para mostrar parte disso".

Educação

A mostra também será um momento importante para divulgar em Rio Branco a distribuição dos Kits Cineastas Indígenas para as escolas de todo o Brasil, numa cerimônia de lançamento com a Secretaria de Educação do Acre, na Biblioteca da Floresta, no dia 13 de abril, às 9 horas. Os kits são compostos de 5 DVD’s contendo produções cinematográficas indígenas. Financiado pela Petrobras , o projeto almeja chegar a 3 mil escolas em todo o território nacional.

Programação em PDF – Clique aqui