Contra a Covid-19

Com apoio de pecuaristas, governo distribui máscaras de proteção para pequenos produtores

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Produção e Agronegócio (Sepa), recebeu o apoio de um grupo de pecuaristas para a confecção de máscaras de proteção que estão sendo doadas para pequenos produtores. O objetivo é que essa ação tenha um impacto em frear a pandemia de Covid-19 na área rural de todo o Acre.

Distribuição das máscaras feitas pelos escritórios do sistema Sepa chega a pequenos produtores e suas famílias Foto: assessoria Sepa

Atualmente, mais de 2,5 mil máscaras de tecido reutilizáveis já foram distribuídas entre moradores e trabalhadores do campo, principalmente os da agricultura familiar. Os acessórios foram confeccionados por costureiras do interior do estado, enviados para os escritórios locais da Sepa e entregues aos produtores rurais.

O próprio secretário de Produção e Agronegócio, Edivan Azevedo, foi procurado pelo grupo de pecuaristas para a oferta de máscaras entre a população rural, principalmente depois que o Governo do Estado decretou que o uso agora é obrigatório em locais públicos.

“Estamos pedindo a todos os servidores do sistema Sepa, Emater, Cageacre e Idaf que redobrem os cuidados. Não andem sem máscara, não permitam a entrada de pessoas nas repartições sem máscara, mantenham o distanciamento, evitem aglomerações, e que, principalmente, orientem os produtores rurais sobre o perigo eminente de contágio, pois ajudá-los com informações também é nossa missão”, conta Edivan Azevedo.

O sucesso da ação foi tamanho, que uma nova leva de máscaras já está sendo encomendada para continuar com distribuição aos produtores rurais, além de valorizar as costureiras dos municípios e movimentar a economia local.

Máscaras têm chegado a casais que buscam assinar acesso ao crédito do Incra nos escritórios locais Foto: assessoria Sepa

A servidora do escritório da Sepa no Bujari, Francisca Torres, conta que a entrega de máscaras entre os produtores fez bastante sucesso e que é realmente necessário parar para orientar corretamente essa parte da população que nem sempre tem acesso à comunicação ampla.

“Aqui no Bujari recebemos máscaras, distribuímos, mas ainda vem agricultor sem máscara. Então se torna nossa missão orientar corretamente, pois é um bem necessário para toda a população. Ainda tem muita gente que sai de casa da zona rural para receber o auxílio emergencial na Caixa e aproveita para passar na Sepa, a maioria para assinar o benefício do crédito habitação do Incra, então é uma luta constante sensibilizar e ensinar os novos cuidados”, conta Francisca.

Últimas notícias

Saúde 03/06/2020 - 12h16min

Nota Pública

enfrentamento da pandemia 03/06/2020 - 10h27min

Governo do Estado decreta ponto facultativo no dia 5 de junho

Medidas contra Covid-19 em Assis Brasil 02/06/2020 - 11h03min

Nota Pública