Série ouro

Ciclismo acreano ganha bronze nos jogos escolares

O ciclismo acreano ganhou, na tarde desta quarta-feira, 9, a medalha de bronze na série ouro dos Jogos Escolares Brasileiros (JEBs), competição que está sendo disputada no parque olímpico da Barra da Tijuca, na cidade do Rio de Janeiro.

O ganhador da medalha de bronze foi o atleta Danilo Silva, estudante do Colégio Militar Tiradentes, localizado no Bairro Calafate, em Rio Branco, ficando entre os três melhores atletas do Brasil. Já Lais Vitória Alencar, que disputou a categoria feminina, ficou em quarto lugar na série bronze.

A  medalha de Danilo Silva começou a ser conquistada já na fase de classificação, quando foi o mais veloz na categoria sprint (velocidade). Depois, já na semifinal, ele ganhou de um atleta de Santa Catarina, mas na final perdeu para o Paraná e foi disputar o bronze.

Danilo Silva, do Colégio Tiradentes, ganhou mais uma medalha para o Acre. Foto: Stalin Melo

A disputa pela medalha foi feita com o atleta Ruan Carlos Sales, de Rondônia. Na melhor de três corridas ele ganhou duas e ficou com o bronze na classificação geral. Danilo está sendo treinado pelo professor Wellison Hespanhol, e Laís Vitória pela professora Maria Elinaide Amorim.

Nesta quinta-feira, os dois atletas acreanos ainda disputam provas na categoria por pontos, onde as meninas têm que correr por 5 e 7 km  e os meninos por 7,5 e 10 km. Os melhores colocados ganham a prova. Já na sexta-feira tem a prova de tempo. Para as meninas o tempo de prova é de 35 minutos e para os meninos de 50 minutos.

Na disputa pelo bronze, Danilo ganhou do atleta de Rondônia. Foto: Stalin Melo

Nesta edição dos jogos escolares foi a primeira vez que a equipe trouxe um mecânico profissional, Daniel Vaz, que ajudou muito os atletas na preparação das bicicletas para a competição e está preparando também os equipamentos para as provas desta quinta e sexta-feira.

Com a conquista da medalha de bronze, Danilo Silva terá direito a uma bolsa-atleta, que é concedida pela Secretaria Extraordinária do Esporte do Ministério da Cidadania do governo federal. Já o vencedor da prova, o atleta do Paraná, ganhou o direito de disputar o campeonato sul-americano.

De acordo com o técnico Wellison Hespanhol, Danilo estava numa série muito difícil, disputando com os atletas de elite do ciclismo nacional. “Ele fez o melhor tempo na fase classificatória, mas infelizmente a prova final foi decidida nos milímetros, na foto, e acabamos disputando o terceiro lugar, mas foi um resultado excelente para o ciclismo acreano”, afirmou.