Inclusão

Cerca de 450 pessoas participaram da comemoração do Dia do Surdo

Tarde de palestras ministradas por pessoas surdas emocionou os participantes (Foto: Ariel Lima/SEE)

Uma série de atividades marcou as comemorações do Dia Nacional do Surdo na manhã desta quinta-feira, 26, na Biblioteca Pública Estadual. De acordo com a coordenadora do Centro de Apoio ao Surdo (CAS), Socorro Rodrigues, mais de 450 pessoas participaram das comemorações. Palestras, peças teatrais, desenhos e várias apresentações feitas por deficientes auditivos marcaram o dia.

“Um evento como este deixa a gente muito emocionado. O profissional surdo sendo valorizado, servindo de espelho para outros surdos que estudam nas escolas, incentivando que, com estudo, eles conseguem e podem ter posições profissionais boas”, comemora a coordenadora pedagógica da coordenação  de educação especial, Hadhianne de Lima.

Para o presidente da Associação dos Surdos do Acre, Adriano Araújo,  o Dia Nacional do Surdo é um dia de conquista. “Nós nos sentimos orgulhosos por ter essa conquista, o dia 26 que é o dia nacional da pessoa surda”.

Compreender a importância da Libras é fundamental para que haja inclusão (Foto: Ariel Lima/SEE)

O professor Sebastião Alves, que ministrou uma palestra sobre sua história de vida, acredita que o compartilhamento da Língua Brasileira de Sinais (Libras) é fundamental para que a inclusão de fato ocorra em todos os lugares. “É uma luta constante que nós temos de inclusão nas escolas. A nossa cobrança é essa: que haja acessibilidade em todos os locais, porque o ouvinte e o surdo precisam interagir, ter essa comunicação”.