CEP Campos Pereira capacita profissionais para atuar no Protejo

Projeto elaborado pelo Governo do Acre integra o Programa Nacional de Segurança e Cidadania

No período de 13 a 15 de janeiro, as coordenações de Gestão, Serviços e de Aprendizagem do CEP Serviços Campos Pereira promoveram uma capacitação aos profissionais que atuarão na segunda fase do projeto Proteção de Jovens em Território Vulnerável – PROTEJO/AC. Durante os três dias, cerca de 30 profissionais das áreas de Administração, Serviço Social, Direito e Engenharia Agronômica tiveram a oportunidade de conhecer a estrutura do Instituto Dom Moacyr, compreender e experimentar a metodologia utilizada nos cursos oferecidos na Rede, refletir sobre o processo de avaliação do educando, além de conhecer o que é o Protejo. 

Para a administradora Luciana Pinto, a sala de aula é uma novidade e um grande desafio. "Eu estou adorando esse contato com professores, com esse universo da educação. O Protejo é um projeto lindo, eu não o conhecia, mas pelo que já vimos aqui, sei que é muito importante para a vida de nossos jovens; se todos souberem aproveitar essa oportunidade, realmente vão conseguir entrar no mercado de trabalho, porque a intenção é que através da qualificação, as portas se abram", ressalta. 

A capacitação é também uma etapa da seleção. No total, 19 profissionais serão selecionados para atuarem como mediadores nas Oficinas de Empreendedorismo, Sustentabilidade, Florestania, Classes Sociais e Segurança e Sociedade. As oficinas terão uma carga horária de 30h cada e iniciam na próxima segunda-feira , 18. 

"Nós estamos com ótimas expectativas em relação a esse novo grupo de mediadores, pois da forma com que foi planejada essa capacitação, aqui está sendo também uma oportunidade para avaliar o perfil desses profissionais, através das dinâmicas e dos trabalhos em grupo, e assim acreditamos que temos mais chances de selecionar as pessoas certas para o trabalho que precisa ser desenvolvido", afirma Queila Lopes, Coordenadora de Aprendizagem do CEP Campos Pereira. 

O QUE É O PROTEJO/AC – É um Projeto elaborado pelo Governo do Acre, por meio da equipe do Instituto Dom Moacyr, que integra o PRONASCI (Programa Nacional de Segurança e Cidadania), do Governo Federal. O Objetivo é "promover a proteção, a inclusão, o protagonismo e a formação cidadã de jovens expostos à violência familiar ou urbana, contribuindo para a construção social dos Territórios da Paz em oito comunidades incluídas nas Zonas de Atendimento Prioritário (ZAPs) no Estado do Acre". Cerca de 800 jovens estão sendo beneficiados nos municípios de Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Brasiléia. Após as Oficinas, os educandos fazem os cursos de formação profissional; neste segundo ciclo serão ofertados os cursos de: Panificação e Massas; Manicure e Pedicure; Corte e Costura; Doces e Salgados; Corte, Escova e Colorimetria, Jardinagem e Marcenaria.