qualidade no ensino

Centro de Línguas é finalista no Concurso Colégio do Ano em Espanhol 2021

O Centro de Línguas (CEL) foi classificado como finalista na 3ª edição do Concurso Colegio del Año en Español 2021 e concorre com Centros de Línguas de Brasília e São Paulo.

A iniciativa é uma parceria entre a Embaixada da Espanha no Brasil e o Colégio Miguel de Cervantes de São Paulo para reconhecer e premiar o trabalho de escolas, centros de idiomas e professores brasileiros que contribuem para o ensino e a propagação do espanhol no país.

Centro de Línguas acreano concorre com Centros de Línguas de Brasília e São Paulo. Foto: Mardilson Gomes/SEE

Participam do concurso escolas públicas e privadas de Educação Básica regular que integram no currículo aulas de Espanhol, em ao menos uma das seguintes etapas: no Ensino Fundamental Anos Finais ou Ensino Médio. Além dos Centros de Línguas dependentes das secretarias de educação estaduais ou municipais que oferecem formação no idioma.

O Concurso vai premiar com bolsas no exterior escolas e centros de idiomas que tenham projetos de espanhol.

Além disso, as instituições vencedoras integrarão uma rede de colégios de excelência para incentivar o desenvolvimento de projetos conjuntos para o ensino do espanhol no Brasil.

 

Coordenador-geral do CEL, Charles dos Santos. Foto: Mardilson Gomes/SEE

“Existe uma premiação, mas além da premiação, já estarmos classificados entre tantos, já é um reconhecimento. Acima de tudo pelo trabalho dos profissionais, especialmente, coordenadores e professores, que tudo isso reflete no que queremos que é o melhor aproveitamento  e o aprendizado efetivo dos nossos alunos da língua espanhola”, relata Kellen Duarte, chefe da Divisão de Ensino de Línguas.

Os Centros premiados farão parte da rede de escolas de excelência coordenada pelo Ministério da Educação da Embaixada da Espanha e pela Escola Miguel de Cervantes.

“Estamos felizes por termos a oportunidade de mostrar o trabalho desenvolvido pelos nossos professores de espanhol aos membros da embaixada da Espanha no Brasil . É o Reflexo de um importante compromisso assumido pela equipe pedagógica e pelos professores em levar até os alunos da rede pública e a comunidade em geral o ensino público e qualitativo de língua espanhola”, destacou o coordenador-geral do CEL, Charles dos Santos.