Focos de calor

Boletim Rio Acre e Queimadas – 29/08/2017

O Rio Acre alcançou a marca de 2,06 metros nesta terça-feira, 29, de acordo com os dados da Defesa Civil Estadual. A cota baixou 10 centímetros nas últimas 24 horas.

Na cidade de Brasileia, o manancial reduziu 16 centímetros e chegou ao nível de 1,25 metro. Em Xapuri (1,97 metros), Capixaba (1,66 metro). O Riozinho do Rola registrou a cota de 11,24 metros.

O governador Tião Viana decretou Situação de Emergência no Acre por Estiagem na última semana. A publicação consta na edição do Diário Oficial do Estado do Acre de sexta-feira, 25, e atende as recomendações da Defesa Civil Estadual, que leva em consideração a escassez de chuvas, registrada em sua maior parte nos meses de agosto, setembro e outubro.

O decreto se estende aos perímetros urbano e rural de Porto Acre e Rio Branco, perfazendo um total superior a 418 mil habitantes.

Captação de água

Com o monitoramento contínuo da rede de captação das Estações de Tratamento de Água (ETAs), devido ao baixo nível do Rio Acre, o Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa) segue executando ações do Plano de Contingência para o abastecimento.

Obras estruturais estão sendo executadas nos reservatórios de Acrelândia, Porto Acre, Bujari, Feijó, Tarauacá, Cruzeiro do Sul e Jordão, seguindo as orientações do plano no intuito de minimizar os impactos da estiagem.

Desperdício

Qualquer denúncia contra o desperdício de água na capital pode ser relatada pelos consumidores residentes da capital por meio do telefone 0800 721 1314, pela página do Facebook Depasa Governo do Acre, ou via WhatsApp no número 99238 0101, ou se dirigindo à Central de Serviços Públicos (OCA).

Queimadas

No período de 1 de janeiro a 29 de agosto, o Acre registra o acumulado de 1.584 focos de calor.

Somente neste mês foram registrados 1.070 focos de calor, segundo dados de satélite do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), com destaque negativo para Tarauacá, Feijó e Cruzeiro do Sul.

Com o objetivo de conscientizar a sociedade sobre a importância da prevenção e combate aos focos de incêndio em áreas rurais e urbanas, diversas ações educativas, de fiscalização e reuniões estão sendo promovidas pelo governo do Acre em parceria com os órgãos representantes do Meio Ambiente, Bombeiros, Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE) e demais entidades.

Até agora o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e o Imac já aplicaram mais de R$ 2 milhões em multas.

Na última semana, a Operação Onda Verde apreendeu motosserras, armas, comida e até tratores, que estavam em posse de madeireiros ilegais em um acampamento montado dentro da floresta, na região de Acrelândia.