Boletim Alagação – 25 de março, manhã

O governo do Acre, por meio da Defesa Civil Estadual, informa que às 6h deste sábado, 25, o nível de medição do Rio Acre, em Rio Branco, esteve em 16,26m, ultrapassando a cota de alerta (13,50m) e também a cota de transbordamento (14m).

Em Rio Branco, 48 bairros foram atingidos e sete igarapés permanecem em estado de transbordo. São eles: Almoço, Judia, São Francisco, Dias Martins, Batista, Fundo e Liberdade. Ainda na capital, foram instalados 26 abrigos, sendo 14 estaduais e 12 municipais.

Até o momento, 23.343 pessoas foram atendidas pelas equipes mobilizadas pelo governo estadual através do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Secretarias, Polícia Militar, e Instituto Socieducativo, composta por 353 pessoas que estão envolvidas nas ações de suporte às ocorrências.

Confira o relatório direto no site do Corpo de Bombeiros.

Plano de Contingência e campanha Juntos pelo Acre

Em reunião na madrugada da última sexta-feira, 24, o governador Gladson Cameli esteve com representantes do governo estadual e da Prefeitura de Rio Branco estabeleceram ações estratégicas conjuntas em apoio à população afetada pela forte enxurrada que atingiu a capital acreana e municípios vizinhos. Durante todo o dia foram realizados atendimento às ocorrências solicitadas através do Centro Integrado de Operações Públicas (Ciosp).

Ainda na última sexta, o governo lançou a campanha Juntos pelo Acre, por meio da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (Seasd).

O intuito da campanha é arrecadar insumos, desde cestas básicas, água mineral, material de higiene pessoal, roupas tamanho adulto e infantil e fraldas para bebês. Também podem ser doados colchonetes, colchões, lençóis, cobertores e outras roupas de cama, além de água mineral e ração para animais.

As doações podem ser feitas, entre às 8h e 20h, no Colégio Estadual Barão do Rio Branco (CEBRB), em frente à Praça Plácido de Castro, no centro da capital.

Em caso de emergência ligue 193

Para solicitar atendimento em decorrência das chuvas, basta entrar em contato com o Centro Integrado de Operações Públicas (Ciosp), por meio do 193.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest