Boletim 16/03/2015 – Manhã

cabecalho-boletim-alagacao-2015Nesta segunda-feira, 16, o Rio Acre em Rio Branco, às 9 horas, marcou 15,88 m. Cerca de 1.800 famílias ainda estão em abrigos públicos. A Defesa Civil alerta que essas famílias não devem voltar para casa por conta própria. Para possibilitar o início do ano letivo em escolas públicas que eram abrigos, foi feito um remanejamento dessas famílias para outros locais, como o Parque de Exposições e o Ginásio do Sesi.

A prefeitura, governo do Estado e Exército Brasileiro continuam mobilizados na operação Volta Pra Casa das famílias que estão abrigadas em escolas públicas. A Operação de Limpeza também segue em várias partes da cidade. Em Rio Branco, 12 bairros ainda estão alagados.

Interior do estado e Rio Madeira

Em 12 horas, o Rio Tarauacá baixou 21 centímetros, registrando o nível de 6,57 metros, às seis horas da manhã desta segunda-feira, 16.

Em Sena Madureira, às seis horas da manhã, o Rio Iaco registrava a marca de 16,03 metros, baixando 35 centímetros, em doze horas. As 39 famílias permanecem em abrigos públicos e 180 em casas de parentes e amigos, totalizando 863 pessoas.

Rio Madeira

O nível do Rio Madeira, na região do Abunã, segundo a medição da Agência Nacional de Águas (ANA), às seis horas desta segunda-feira, registrou a marca de 21,94 metros, quase 1 metro abaixo da cota de transbordamento sobre a BR-364.

Alerta

Neste momento o poder público orienta a população para que economize água. Quando as pessoas forem autorizadas a voltar para casa, inicia-se o processo de limpeza, que irá acarretar no aumento da demanda de água.

As secretarias de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) e de Rio Branco, por meio das Vigilâncias em Saúde, alertam a população sobre os riscos e as medidas que devem ser tomadas durante o período. Para evitar doenças como leptospirose, hepatite, febre tifoide e diarreia, as pessoas que estão nos locais atingidos pela enchente devem redobrar seus cuidados em relação ao consumo de água, manuseio de alimentos e higiene em geral.

Saiba mais no endereço:https://www.agencia.ac.gov.br/acre/secretaria-de-saude-da-orientacoes-sobre-cuidados-durante-a-enchente.

Doações

Coordenado pela primeira-dama do município, Gicélia Viana, o movimento Rio Branco Amiga, encabeçou uma das campanhas de arrecadação de donativos às famílias atingidas pela cheia. Alimentos não perecíveis, leite em pó, massa para mingau, fraldas descartáveis infantis e geriátricas estão entre os itens que podem ser doados. O cidadão que tiver interesse em colaborar com a campanha deve levar as doações aos pontos de coleta, instalados na Central de Abastecimento (Ceasa), na Estrada da Sobral com a Via Verde.

Outro movimento, o Acre Solidário, é coordenado pela primeira-dama do Estado, Marlúcia Cândida. Os donativos são distribuídos às famílias desabrigadas do Estado. A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) é responsável pelo armazenamento das doações. Os pontos de coleta são: Via Verde Shopping, Uninorte, Fieac, Mais Academia, igrejas Santa Inês, Assembleia de Deus, Batista do Bosque, Internacional da Graça e rede de supermercados Araújo do Tangará, Aviário, Isaura Parente e Via Chico Mendes.

Também podem ser doados alimentos não perecíveis, roupas, colchões, massa para mingau, leite em pó, material de higiene pessoal e limpeza, lençóis e fraldas infantis e geriátricas. Para doações em outros estados, os interessados devem realizar depósito na conta corrente “SOS Enchente Rio Acre”, Banco do Brasil C/C 500-2, Agência 0071-x, CNPJ 14346589/0001-9.

rodape-acre-solidario-2015