Binho inspeciona obras da BR 364 de Sena a Cruzeiro do Sul

Obra está sendo feita com recursos do Governo do Estado e do Programa de Aceleração do Crescimento

o_governador_binho_marques_inspeciona_obras_na_br_364.jpg

O governador Binho Marques inspeciona obras na BR 364. (Foto Sergio Vale / Secom)

O governador Binho Marques percorre na tarde desta quinta-feira, 21, a BR 364 no trecho de 224 quilômetros entre Sena Madureira e Feijó. Uma comitiva de deputados e técnicos do Governo do Estado acompanha Marques, que inspeciona as obras de asfaltamento da rodovia. A viagem termina no sábado, 23, em Cruzeiro do Sul.

No Km 3 do lote 4, Binho pôde constatar a complexidade da obra: para drenar água subterrânea, a Fidens, empreiteira responsável pelo trecho, está implantando uma colcha drenante com 30 centímetro de brita. O material é "envelopado" a uma manta geotêxtil que garante o escoamento da água que flui debaixo do solo quando as máquinas realizam o corte da terra para alcançar a medida exigida pelas regras de pavimentação, de 6% do nível do solo.

A brita é adquirida na Ponta do Abunã, na fronteira entre Acre e Rondônia e chega ao preço de R$ 227 o metro cúbico. "É um serviço caro mas que devido às características da região tem de ser feito", disse o diretor-presidente do Departamento de Estradas de Rodagem e Infra-Estrutura Hidroviária e Aeroportuária do Acre (Deracre), Marcus Alexandre.

Até esta etapa da viagem, Marques avalia que as obras estão dentro do cronograma estabelecido e vê que é possível entregar a rodovia completamente asfaltada até o ano de 2010.

A obra está sendo possível graças ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) implantado pelo Presidente Lula. São mais de R$ 500 milhões que estarão sendo investidos até a conclusão dos 224 quilômetros que faltam para ligar o  Acre de Rio Branco a Cruzeiro do Sul.

{xtypo_rounded2}
Números do trecho Sena Madureira – Feijó

Extensão: 224 quilômetros
Lotes: 6 de asfaltamento de rodovia e construção de duas pontes
Empresas: Fidens, Cidade, Camter, JM, Construmil e Etam.
Número de trabalhadores: 1.648
Bueiros: 11.000 m
Galerias: 3.000 m
Terraplanagem: 10 milhões m3
{/xtypo_rounded2}