Aspectos da Tecnologia da Informação: a comunicação interna

Por Vilmar Boufleuer

Você é responsável por alguma equipe? É chefe de algum departamento ou setor? Quantas pessoas estão sob seu comando direto e indireto? Bom, vamos ao que interessa: você acredita que todos os seus liderados recebem seus comandos? Quantos desses os compreendem integralmente?

A comunicação é algo amplo e complexo, porém, nunca a comunicação interna foi tão importante como no contexto atual.

Devido à pandemia, tudo mudou. As relações pessoais e profissionais foram diretamente impactadas pelo distanciamento social e, diante disso, manter o alinhamento da informação, principalmente em grandes equipes, se tornou uma tarefa árdua, complexa e, acima de tudo, imprescindível.

Já, de tempos, sabemos que a otimização de processos dentro de uma organização depende de algumas ferramentas. Porém, ter um parque tecnológico atualizado, equipe treinada e sistemas eficientes de nada serve se não há comunicação. A comunicação interna também deve ir além de uma via de envio de comandos.

É salutar que seja uma ferramenta de transmissão de informações em dois sentidos, em que a alta administração também receba as informações dos resultados e angústias de suas equipes, fazendo com que todos os níveis da gestão tenham conhecimento das estratégias, ações, sucessos e dificuldades na execução, alinhando assim o nível da comunicação entre toda a equipe.

O que você, gestor público, está fazendo, levando em consideração equipes de trabalho internas, externas, remotas e outras, para garantir que seu comando chegue íntegro e que seja compreendido pelos executores das tarefas que estão na ponta, representando o Estado nos serviços prestados aos cidadãos?

A efetividade da comunicação pode ser medida pelo envolvimento de um grupo de trabalho em uma tarefa e, se quiser que haja engajamento, pode ter certeza que saber ouvir os seus comandados trará um ótimo retorno. Se quiser uma dica, aposte na comunicação interna de qualidade e de duas vias. Garanto que o aumento da eficiência de sua equipe será apenas um dos seus ganhos!

Vilmar Boufleuer é especialista executivo do Estado, formado em Tecnologia em Rede de Computadores pela Unicesumar e pós-graduando em Planejamento, Organização e Sustentabilidade em Gestão Pública pela Ufac. Tem experiência em gerenciamento de projetos, captação de recursos, gestão de políticas públicas e gestão de TI e, atualmente, atua no Departamento de Formação e Capacitação do Servidor da Secretaria de Planejamento e Gestão do Acre (Seplag).