Artesãos comercializam produção em feira nacional

Sementes, látex e madeira são as matérias-primas utilizadas no artesanato acreano que esteve em exposição (Foto: Divulgação)
Sementes, látex e madeira são as matérias-primas utilizadas no artesanato acreano que esteve em exposição (Foto: Divulgação)

O Acre possui um artesanato de referência cultural. Produção que se diferencia mesmo entre cinco mil expositores participantes da maior feira da América Latina. Na XVI Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), foram vendidos mais de R$ 160 mil, faturamento que retorna para a economia acreana.

Durante os 10 dias de feira, o estande acreano instalou-se no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda. Foram comercializados R$ 90.692,32 em vendas diretas e R$ 71.253 em encomendas, totalizando R$ 161.945,32.

A participação acreana foi possível por meio de apoio da Secretaria de Estado de Pequenos Negócios (SEPN), gabinete da primeira-dama Marlúcia Cândida e Sebrae, envolvendo a Cooperativa de Produtos e Serviços Econômicos e Solidários do Acre (Coesa) e a Cooperativa de Artesãs Mulher Arte de Vencer (Coopermav).

A coordenadora do Programa Nacional do Artesanato (PAB) Ana Beatriz Ellery comenta: “A minha visão é compartilhada por vários coordenadores estaduais, em que o Acre sempre participava, mas de forma tímida. Nunca havia visto o estande do Acre tão bonito e com tantas variedades de peças”.