Durante o dia 27 de agosto foi realizado o “II Desafio Pequenos Gigantes”, da Federação de Jiu-jitsu do Estado do Acre (FJJEAC). O evento, que contou com mais de 300 atletas, teve como destaque os alunos dos projetos sociais da Polícia Militar do Acre (PMAC). Os jovens, além de conquistarem os troféus em suas categorias, conseguiram ganhar o título de melhor equipe.

Alunos dos projetos sociais da PM/AC se destacaram durante competição de jiu-jitsu. Foto: cedida

Os projetos Pequeno Guardião do 2º Batalhão, que atende crianças e jovens do 2º distrito da capital, e o Força e Honra do 3º Batalhão, que atende o público da parte alta de Rio Branco, levaram 18 atletas para a competição. Com 12 troféus de ouro, 3 de prata e 3 de bronze, todos os pequenos atletas subiram ao pódio e conseguiram se destacar na competição.

Morador do Bairro Canaã, Victor do Nascimento, 13, se dedica às artes marciais desde 2021, quando adentrou ao projeto. Faixa amarela em jiu-jitsu, o jovem conquistou o ouro. “Gosto muito do projeto. Me identifiquei muito com o jiu-jitsu, que me ensinou a respeitar o próximo”, disse o jovem que tem colecionado cinturões, medalhas e troféus em outras competições que já participou.

Sargento Radson Fontoura está à frente do projeto social. Foto: cedida

Randson Fontoura, sargento da PM e instrutor dos projetos, destaca a importância dessas conquistas para os jovens e para a instituição policial. “É um resultado que, além do objetivo principal que está sendo alcançado, mostra a dedicação de cada um dos alunos”, disse o militar, que é faixa-preta de jiu-jitsu e faixa-roxa de kickboxing.

A competição também marcou a estreia dos novos kimonos, que foram adquiridos em junho pela Vara de Penas e Medidas Alternativas da Comarca de Rio Branco (Vepma) do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC).