Saúde e Educação

Alunos do Ieptec atuam em ação social alusiva ao Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência

O Instituto Estadual de Educação Profissional e Tecnológica do Acre (Ieptec)  tem priorizado o envolvimento de seus estudantes em celebrações de datas importantes, como o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, 21 de setembro. Para apoiar a causa, alunos da Escola Técnica em Saúde Maria Moreira, de Rio Branco, realizaram diversos procedimentos de saúde gratuitos no Centro de Ensino Especial Dom Bosco, na quinta-feira, 21.

Profissionais da Escola Maria Moreira acompanharam os procedimentos realizados pelos alunos. Foto: Ascom/Ieptec

Durante a ação social, as turmas dos cursos técnicos de Enfermagem e Radiologia aferiram pressão arterial e glicemia, aplicaram testes rápidos de HIV, sífilis, hepatite e tipagem sanguínea, realizando também vacinação e sessões de massoterapia. Todos os procedimentos foram repetidamente praticados pelos alunos durante as aulas práticas dos cursos.

Dezenas de pessoas procuraram o atendimento de aferição de pressão arterial. Foto: Ascom/Ieptec

“Este é um momento de extrema importância para todos nós. Nossos alunos têm a oportunidade de conhecer a realidade do Centro Dom Bosco e o centro está conhecendo nossos serviços. A escola se coloca à disposição para participar de outras ações como essa”, disse a coordenadora-geral da Escola Maria Moreira, da rede Ieptec, Glacimar Alves.

“Estamos com essa parceria maravilhosa com a Escola Maria Moreira, que entrou no Centro Dom Bosco hoje para fortalecer essa ação social”, declarou a gestora do CEE Dom Bosco, Valéria da Silva.

Estudante do curso técnico de Enfermagem confere amostra de sangue no procedimento de tipagem. Foto: Ascom/Ieptec

“O principal intuito para nós, como alunos, é colocar em prática tudo aquilo que aprendemos em sala de aula, principalmente o contato com o paciente, para nos tornar bons profissionais”, afirmou a aluna do curso de Radiologia, Yasmin Oliveira.

“É muito importante participar desse tipo de ação, que facilitará a nossa entrada no mercado de trabalho, pois estaremos melhor qualificados para exercer a função”, disse a aluna de Enfermagem, Tainá Almeida.