Olhar tecnológico

Alunos do Colégio Militar apresentam projeto sobre a depressão na adolescência

O Colégio Militar Tiradentes (CMET/PMAC) apresentou o trabalho sobre ‘depressão na adolescência: um olhar tecnológico’, durante a Semana Estadual de Ciência e Tecnologia e a Mostra Viver Ciência, no Parque de Exposições. Este é o maior evento de popularização da ciência e tecnologia no Acre, encerrado nesta quinta-feira, 31, com uma programação diversificada, com atividades lúdicas e criativas.

O evento foi organizado pelo Governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE) e da Secretaria de Estado de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict), além das instituições parceiras.

O objetivo do trabalho foi associar conteúdos de física e tecnologia para construir um protótipo para identificação de características relacionadas a transtornos, além de promover reflexão sobre alguns distúrbios e seus impactos no desempenho escolar.

Carrinho é controlado por um programa de computador, percorre a pista e identifica materiais que simulam expressões humanas reais Foto: Neto Lucena

O carrinho, que é controlado por um programa de computador, percorre a pista e identifica materiais que simulam expressões humanas reais. A partir disso, ele realiza comandos específicos que significam atitudes.

O aluno do ensino médio do colégio militar, Ycharo Totte, explica a dinâmica do projeto. “Nosso projeto está trabalhando três temas diferentes como: depressão, tecnologia e o arduino que nós utilizamos na criação do robô. Na verdade, nós utilizamos dois arduinos neste robô, um em cima, para receber as informações dos cartões, e outro embaixo, para receber as informações e fazer com que o carrinho ande”, explicou.

Por meio da leitura de cartões, o carrinho se movimenta, recebe códigos e cria um site. Neste site são colocadas imagens que detectam qual é o sentimento que está mostrando nos cartões e aparece uma imagem na tela de uma TV.

Eduardo Roberto, aluno do Colégio Militar explica o que acontece quando o carinho passa pelo cartão. Foto: Neto Lucena

“No sistema, toda vez que o carrinho passa pelo cartão, vai aparecer uma imagem. Por exemplo, na felicidade vai aparecer, na tela da TV, uma imagem de uma pessoa bem humorada, que diz respeito à felicidade e, quando é tristeza, a imagem que aparece pode sugerir uma solução e deixar a pessoa mais tranquila”, esclarece o aluno Eduardo Roberto.

É um momento oportuno para troca de conhecimentos, estímulo à criatividade, valorização da experimentação, da ação investigativa, da atividade inovadora, de trabalhos interdisciplinares e da promoção da iniciação científica.