Acústico em Som Maior volta à cena nesta terça

Projeto apresenta o show Sete Luas que reúne músicas instrumentais somadas aos sons da natureza

filipeta.jpg

O Acústico em Som Maior volta ao Theatro Hélio Melo em sua edição 2008 com o show Sete Luas, comandado pelo instrumentista Carlos Alberto dos Anjos Benjamim, popularmente conhecido como C.A, nesta terça-feira, 8, às 19h30. Músicas instrumentais somadas aos sons da natureza, assim é o mais novo trabalho em que C.A. inaugura o Acústico em Som Maior. O músico aproveita para lançar seu último Cd, batizado com o mesmo nome do show.

Sete Luas é fruto de uma longa caminhada do instrumentista. Natural de Manaus, C.A há dez anos reside no Acre, lugar onde tem buscado inspiração para criar sua música. O cenário serviu para a produção do Cd Sete Luas composto por músicas instrumentais de autoria do músico. Sete Luas reúne os sons da natureza, valorizando instrumentos regionais como o maracá.

C.A. apresenta o seu contrabaixo acompanhado pelos parceiros: Paulinho Nobre na  bateria, Sandoval no saxofone, Geraldo Aquino na guitarra, e a dupla de percussionistas Antonio Brandão e Luciano Pontes. O show se completa com a lista de artistas convidados, entre eles, Carol Freitas, André Dantas, Pedro e Minéia Lopes, Álamo Kário e Verônica Padrão. 

"Como o objetivo do Acústico é justamente divulgar a música regional, o meu projeto procura dar ênfase aos compositores da velha guarda, como Hélio Melo, Tião Natureza e Da Costa, dentre outros", diz o instrumentista. "E esse período de julho é ótimo, pois temos muitos acreanos que moram fora passando férias aqui que não conhecem a música acreana, então é muito bom saber que estou levando essa musicalidade acreana para eles".

O Instrumentista – Carlos Alberto dos Anjos Benjamim nasceu em Manaus, onde estudou música no conservatório Cláudio Santoro. Já acompanhou músicos e bandas como Clube da Viola e Sérgio Reis, vindo ao Acre para compor a Banda Nova Era, tocando também com a Banda Caricatus, Mapinguari Blues, Álamo Kário , Verônica Padrão, Sérgio Souto.

Foi aqui, também, que o baixista inspirou-se para criar temas e arranjos musicais com base nos sons da floresta, dos pássaros e de instrumentos regionais como as batidas do maracá utilizado nos rituais da ayahuasca, do tambor e da flauta dos rituais indígenas. 

O Acústico – O Acústico em Som Maior, objetivando agregar talentos, ganhou nova roupagem em sua edição 2008, com o lançamento pelo Governo do Estado, através da Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM) do primeiro edital do projeto em seleção pública para Rio Branco. Foram apresentados 20 projetos e oito deles foram classificados, assim como previa o edital.

Cada um dos aprovados realizará três apresentações até o mês de dezembro do corrente ano. Sete Luas fica em cartaz ainda nos dias 15 e 22 de julho. Os outros shows contemplados são: Seja Bem Vindo (de Vitor José Farias), Na Ginga do Samba (de Zenaide Ramos), Kanarô (de Macilvo de Souza), Retrato do Meu Canto (de Cicero e César de Farias), Barros (de Jihane Barros), Os Enserveios da Natureza (de Alexandre Anselmo dos Santos) e Aperiódico Ouriçonico (de Clenilson Batista).

Serviço: Theatro Hélio Melo – Av. Getúlio Vargas, S/N – Tel.: 3224-2133 – Ingressos a R$ 5,00 (inteiro) e R$ 2,00 (estudantes).