Sem custos

Acre recebe mais 20 leitos de UTI cedidos pelo Hospital Santa Juliana

Foi em ato oficial, no próprio Hospital Santa Juliana, com a presença do governador Gladson Cameli e do secretário de Saúde Alysson Bestene, que o bispo da Diocese de Rio Branco, Dom Joaquín Pertinez, tornou pública a cessão de 20 leitos de UTI para os casos de Covid-19, reforçando o apoio ao Estado no enfrentamento à doença.

Bispo Dom Joaquim Pertiñez destacou que o espaço será oferecido gratuitamente ao Estado Foto Diego Gurgel/Secom

O espaço cedido, que não terá custos ao estado para manter exclusivamente pacientes com Covid-19, do Serviço Único de Saúde (SUS) também é fruto de parceria com o Centro Universitário Uninorte, responsável pela idealização do projeto, por meio do curso de medicina, em convênio com o Hospital Santa Juliana. A nova UTI inaugurada recentemente, conta com equipamentos modernos e de última geração, como destacou o bispo Dom Joaquín durante a coletiva.

“Dadas as circunstâncias e vendo a necessidade que o Estado tem para atender pacientes da pandemia, oferecemos gratuitamente o nosso melhor espaço, que é a nova UTI, inaugurada dia 4 de novembro para o Estado administrar. Tomara que não precise, o que seria um bom sinal que não teria doentes, mas todos sabemos que a curva vai crescendo e temos que nos preparar para o pior. Portanto, estamos cedendo nosso espaço para o estado, nossa contribuição para ajudar nosso povo. Que Deus nos ajude e proteja a todos”, disse Pertiñez.

Governador Gladson Cameli reforçou que o momento é de união Foto Diego Gurgel/Secom.

O governador Gladson Cameli agradeceu a ajuda da igreja, e não deixou de demonstrar preocupação com a situação da pandemia que cada vez mais se alastra no mundo. “Para ver como as coisas mudam da noite para o dia. No mês de janeiro quem poderia imaginar que estaríamos enfrentando hoje uma situação como essa. Agradeço muito o sacrifício de todos, pois entendo que só vamos vencer isso se estivermos unidos mesmo para que o pior não venha. Estamos tomando todas as precauções no que se refere a esta pandemia. Por isso quero agradecer a igreja católica e dizer não somente como governador do Estado, muito obrigado por essa grande atitude”.

Na semana em que completa exatos 17 dias desde o anúncio oficial dos primeiros três casos confirmados de Covid-19 no Acre – doença respiratória causada pelo novo coronavírus –, o governador voltou a fazer o apelo para que as pessoas continuem em isolamento social até que a emergência em saúde prevaleça. Hoje, já são 43 casos confirmados da doença no estado, sendo que 16 destes já estão curados, sem a presença do vírus no organismo.

“Tenho procurado chamar atenção da sociedade para o perigo que está acontecendo no mundo, sendo que aqui no Acre não será diferente. Hoje é quinta-feira, dia 2 de abril, vamos prorrogar o decreto até o dia 15. Eu peço neste período, mais duas semanas, vamos fazer nosso dever de ficar em casa. Não caiam nessa de abrir lojas, desobedecendo o decreto porque vão ser multados, penalizados. Tenho que ser justo com todos. Os incentivos e deveres que o Estado terá que fazer já estão no nosso planejamento para que ninguém saia perdendo. Na primeira sinalização de segurança eu vou flexibilizar o que puder para que a gente volte a aquecer a economia. Minha prioridade é resguardar a vida de todos neste momento”, ressaltou Cameli.

Ficou acertado que a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) será responsável por coordenar o processo de ocupação dos leitos de UTI no Hospital Santa Juliana. “O termo de cessão prevê que o Hospital ceda o espaço físico e os equipamentos. Caberá ao Estado fornecer os insumos e as equipes de profissionais. Os leitos serão destinados ao atendimento da população em geral”, explicou secretário de Saúde, Alysson Bestene.

Desde o anúncio do primeiro caso da Covid-19 no Brasil, o governo do Acre manteve contato com o Ministério da Saúde para alinhar os planos de ação que deveriam ser colocados em prática durante a propagação do vírus. Dentre as medidas preventivas adotadas pela gestão estadual para minimizar os efeitos da pandemia e garantir o aumento da rede de assistência da saúde está a estruturação de 10 leitos de UTI no quinto andar do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb). Com isso, o Acre vai dispor de 48 leitos de UTI para casos de Covid-19. Oito deles disponíveis no Hospital do Juruá.