Acre participa de encontro sobre manejo comunitário no Peru

Acre apresenta no foro as experiências exitosas com Planos de Manejo Comunitário (Foto: Assessoria Sedens)
Acre apresenta no foro as experiências exitosas com Planos de Manejo Comunitário (Foto: Assessoria Sedens)

O “Foro Regional de Manejo Florestal Comunitário”, que envolve os países da América Latina e Estados Unidos, iniciou-se dia 24 e se estende até amanhã, 26, em Lima, Peru. O Acre, que ao longo dos anos tem ganhado experiências exitosas com o Programa de Manejo Florestal Comunitário e atende hoje 600 famílias de manejadores, foi convidado a mostrar sua experiência na construção e consolidação de políticas públicas de fomento do manejo.

O objetivo do evento é compartilhar avanços e dificuldades na promoção do manejo comunitário, discutir a governança de comunidades tradicionais e indígenas, estratégias de sustentabilidade econômica e diálogo entre comunidades e governos.

O diretor de Desenvolvimento Florestal, da Secretaria de Desenvolvimento Florestal, da Indústria, do Comercio e dos Serviços Sustentáveis (Sedens), Marky Brito, e a engenheira florestal Erilene Lima apresentaram a evolução do Programa de Manejo, suas políticas, os principais resultados e os desafios refletidos no Acre.

“O governo do Acre espera aprender e colaborar com países latino-americanos, realizando um intercâmbio de informações sobre os avanços e desafios para a promoção do manejo florestal comunitário, relacionados, principalmente,à questão social e práticas sustentáveis”, explicou Marky Brito.

Durante a apresentação do Acre, foi mostrado o Programa de Desenvolvimento Sustentável do Acre (PDSA) Fase II, que, até 2016, deverá investir US$ 19,4 milhões em infraestrutura de produção comunitária, elaboração de planos de manejo, capacitações, certificação florestal e subvenções econômicas para produtos madeireiros e não madeireiros.