Acre é um dos quatro estados do Brasil que já emitem a nova Carteira de Identidade Nacional

Desde agosto, o Acre passou a realizar a emissão da nova Carteira de Identidade Nacional (CIN), documento que unifica os números de registro em todos os 27 estados brasileiros. Alagoas, Mato Grosso e Santa Catarina também estão emitindo o novo modelo, que substitui o RG.

Todos os 22 municípios do Acre possuem posto de identificação. Foto: Clara Araújo

Nesses oito meses de atividade, a Polícia Civil do Acre (PCAC), por meio do Instituto de Identificação do Acre, vem realizando um trabalho intenso para levar atendimento à população, expedindo mais de 43.600 unidades da CIN.

O novo documento, que substitui o RG, pode ser usado em países do Mercosul com código de padrão internacional, chamado MRZ, o mesmo dos passaportes. Imagem: divulgação

A emissão de documentos de identificação é fundamental para garantir a cidadania da população, essencial para que as pessoas possam exercer seus direitos e deveres de forma plena. Sem um RG, por exemplo, é difícil abrir uma conta bancária, obter um emprego formal ou até mesmo votar.

Para conseguir garantir esses benefícios à população, a Polícia Civil desenvolve ações para atender diversas comunidades. Uma delas foi a parceria recente com o Via Verde Shopping, de Rio Branco, quando foram emitidas 600 CIN em cinco dias.

“Buscamos atender a população ao máximo e pedimos a compreensão das pessoas que ainda não conseguiram fazer a nova CIN, pois os serviços estão sendo feitos de forma gradativa. Neste momento, a prioridade é para primeiras vias, beneficiando quem nunca teve um documento de identidade e também para substituir documentos borrados”, explicou o delegado-geral de Polícia Civil, José Henrique Maciel.

Já o diretor do Instituto de Identificação Raimundo Hermínio de Melo, Junior César da Silva, explica que a CIN é emitida em duas versões: física e digital. A partir da segunda via, é cobrada uma taxa de emissão de R$ 101,84.

“Ainda temos o exemplar de policarbonato, que começamos e produzir este ano e que é apresentado às pessoas no momento do atendimento, mas para esse é pago no valor de R$ 186,30”, explica.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest