Acre é o segundo a concluir Plano Estadual de Políticas para as Mulheres

Fórum tratou da preparação para as conferências de políticas para as mulheres (Foto: Cedida)
Fórum tratou da preparação para as conferências de políticas para as mulheres (Foto: Cedida)

O Acre teve destaque no Fórum Nacional de Organismos Governamentais de Políticas para as Mulheres, realizado em Brasília. O Estado foi o segundo do país a apresentar seu Plano Estadual de Políticas para as Mulheres.

Na ocasião, outras conquistas foram ressaltadas, entre elas o aumento no número de Organismos de Políticas para as Mulheres (OPM), que saltou de quatro para 20 em todo o Estado. Apenas Cruzeiro do Sul e Senador Guiomard não estão com suas OPMs instaladas.

Durante o Fórum, a secretária de Políticas para as Mulheres, Concita Maia, teve a oportunidade de fazer um relato sobre a trajetória e as conquistas da instituição. “O Acre foi protagonista nas discussões de políticas públicas para as mulheres. Conseguimos incluir o tema de gênero e meio ambiente no Plano Nacional de Políticas para as Mulheres.”

O Acre foi destaque também por ter conseguido aumentar o número de conselhos que trabalham os direitos das mulheres. “Desde o início da atual gestão do governo Tião Viana, conseguimos aumentar de quatro para dezesseis conselhos devidamente instados e fortalecidos”, informa Concita Maia. Ainda segundo ela, os conselhos são instrumentos de empoderamento do movimento social das mulheres.

Preparação para as conferências

O fórum foi também um momento de discussão para a realização das Conferências Municipais e Estadual de Políticas para as Mulheres, visando a Conferência Nacional, prevista para o início do próximo ano. “Foi um momento rico, de aprendizagem e troca de experiências”, comentou Concita Maia.