Acre apresenta seminário na COP20

Nesta terça-feira, 9, será apresentado o seminário de resultados do programa Redd Early Movers – REM, apoiado pelo governo alemão, por meio do Banco Alemão KFW, que se refere a performance de resultados de uma economia de baixo carbono, com inclusão social e redução do desmatamento. “Há outros estados que buscam chegar nesse patamar, mas o Acre é uma referência hoje”, afirma Magaly Medeiros, diretora-presidente do IMC.

O governador está no Peru participando de seminários e palestras na COP20 (Foto: Celis Fabrícia/Secom)
O governador está no Peru participando de seminários e palestras na COP20 (Foto: Celis Fabrícia/Secom)

Dois painéis compõem o Seminário REM – Programa Jurisdicional do Redd+ Acre/Brasil: economia de baixo carbono, governança e salvaguarda socioambiental.

O primeiro painel vai exibir os Resultados e Impactos do Sistema de Incentivos a Serviços Ambientais (Sisa) e será moderado por Alberto Tavares, diretor da Companhia de Desenvolvimento de Serviços Ambientais do Acre.

Participam das discussões representantes do Instituto de Mudanças Climáticas e Regulação de Serviços Ambientais do Acre (IMC), Secretaria de Estado de Desenvolvimento Florestal, da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis (Sedens) e também dos beneficiários rurais, extrativistas e indígenas.

copNo segundo painel, o tema “Governança”, salvaguardas e repartição de benefícios será moderado por Ricardo Melo, chefe do escritório WWF/Brasil no Acre. Procuradoria Geral do Estado (PGE), Comissão Estadual de Validação e Acompanhamento (Ceva), grupo de trabalho indígena, e Ipam integram a equipe.  “Temos um grupo de trabalho criado em 2011 para discutir serviços ambientais com os povos indígenas. No GT são feitas discussões e consultas na área ambiental e realização de oficinas de formação para que as comunidades tenham propriedade dos assuntos e possam tomar as próprias decisões”, explica Zezinho Kaxinawa, assessor especial dos povos indígenas.

Lançamentos de publicações e assinaturas de termos de compromisso integram a programação acreana que será realizada no Hotel Business Tower em Lima. A apresentação é um dos eventos paralelos realizados durante COP 20 (Conferência das Partes na Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima), evento que reúne de 1 a 12 de dezembro representantes de 195 países para discutir os efeitos e como mitigar as mudanças climáticas.