floresta + amazônia

Ação integrada em Manoel Urbano promove regularização ambiental e possibilidade de pagamento por serviços ambientais a produtores

Atualização do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e pré-inscrição de interessados na Modalidade Conservação do Projeto Floresta+ Amazônia são o objetivo da ação integrada realizada de quinta-feira, 5, a sábado, 7, a partir das 9 horas, na sede do Sindicato Rural de Manoel Urbano.

Mutirões estão sendo realizados desde o início do ano. Foto: Arquivo/Sema

O mutirão é promovido pelo governo do Acre, por meio da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima (MMA), e o Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Agricultores/as Familiares (Straf).

A secretária do Meio Ambiente, Julie Messias, explica que os mutirões ambientais são oportunidades para que os produtores rurais alcancem a regularização ambiental.

“Temos buscado parcerias e estamos promovendo ações desde o início do ano. Nossas ações buscam levar a regularização ao produtor, mantendo-o em um ambiente legal, o que lhe favorece o acesso a crédito, atendendo o compound dos bancos, e a políticas públicas como pagamento por serviços ambientais”, ressalta.

O Floresta+ Conservação é um projeto que tem como objetivo promover a conservação da vegetação nativa, por meio de pagamentos diretos a pequenos produtores rurais, proprietários ou possuidores de imóveis rurais que tenham posse ou propriedade com até quatro módulos fiscais e que atendam aos critérios de elegibilidade.