Obrigatoriedade dos extintores ABC deve ser prorrogada por mais 90 dias

O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, encaminhou pedido ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), na última sexta-feira, 6, solicitando adiamento por mais 90 dias para a obrigatoriedade dos extintores de incêndio veicular ABC.

Pela resolução nº. 516/2015, os motoristas teriam uma prazo para adequação até o dia 1º de abril de 2015, porém o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) pode publicar uma nova resolução que revogará o último prazo.

O período para adequação dos extintores ABC já foi prorrogado no início do ano por causa das dificuldades enfrentadas pelos consumidores para encontrar o produto no mercado, e agora será novamente adiado pelo mesmo motivo.

Após o prazo de adequação, os veículos fabricados antes de 2009 deverão adquirir o novo tipo de extintor para poder circular legalizados. “Os veículos já equipados com o extintor tipo ABC devem respeitar as regras de validade, conservação e nível de carga”, explica o diretor-geral do Detran, Gemil Júnior.

Quem descumprir as normas pode ter uma multa de R$ 127,69, e perder cinco pontos na carteira de habilitação e retenção do veículo para regularização.

A mudança na lei ocorreu porque o extintor antigo, do tipo BC, é recomendado para materiais como líquidos inflamáveis e equipamentos elétricos. O ABC, além disso, também é capaz de combater incêndios em madeira e tecidos, materiais comuns em carros.