Vacinação contra influenza é prorrogada

A Campanha nacional de vacinação contra o vírus da influenza que teve início dia 5 de maio e seria encerrada nesta sexta-feira, 25, será prorrogada até o dia 1º de junho. A coordenação estadual do Programa Nacional de Imunização (PNI) chama a atenção para aqueles que ainda não tomaram a vacina, para que procure os postos de saúde.

A vacina influenza imuniza contra os vírus H1N1 e influenza sazonal (gripe comum).

Dados levantados pelo Ministério da Saúde mostram que a meta é vacinar no mínimo 80% da população em cada público-alvo de vacinação, o que corresponde no Estado a cerca de 90 mil doses da vacina.

Até esta quarta-feira, 24, 73.453 mil  pessoas já tinham tomado a vacina no Acre, o que representa 66,87% do público-alvo, formado por pessoas acima de 60 anos, gestantes, crianças de 6 meses a 2 anos de idade, profissionais de saúde e a população indígena.

“Esperamos que com a prorrogação, um número maior de pessoas procure os postos e possamos chegar o mais perto possível da meta“, diz o coordenador estadual do Programa Nacional de Imunização (PNI), Jorge Cunha.

O Ministério da Saúde descarta mitos que a vacina possa ter efeitos nocivos. Esclarece que ela é segura e a maioria das reações adversas é leve, como dor e sensibilidade no local da injeção. Só quem tem alergia a ovo não pode tomar a vacina.