Sistema de regulação diminui fila de exames no HC

Agendamentos nas unidades facilitaram a vida dos pacientes (Foto: Angela Peres/Secom)
Agendamentos nas unidades facilitaram a vida dos pacientes (Foto: Angela Peres/Secom)

“Um sistema que já melhorou muito, e ainda precisa ser melhorado”, diz Pablo Leite de Carvalho, coordenador da Unidade de Referência em Atenção Primária (Urap), do bairro São Francisco.

Há mais de um ano, o agendamento de exames passou a ser feito pelos pacientes nas unidades de saúde, graças ao Sistema Nacional de Regulação (SISREG), o que diminuiu a fila de espera no Hospital das Clínicas (HC).

Em Rio Branco, há cinco Uraps com capacidade para atender a demanda das regionais. “Aqui na unidade do São Francisco nós atendemos todos os bairros adjacentes. Nas demais, o processo é semelhante. Isso facilita muito a vida do paciente”, acrescentou Pablo.

"Acredito que esse foi um ganho pra todo mundo”, disse a paciente (Foto: Angela Peres/Secom)
“Acredito que esse foi um ganho para todo mundo”, disse a paciente (Foto: Angela Peres/Secom)

De acordo com o diretor-geral do HC, Yotaro Suzuki, o benefício desse agendamento prévio começa no fato de a central de regulação que funciona nas unidades integrar todas as regionais. “Assim, um morador do bairro São Francisco, por exemplo, não precisa se deslocar bem cedo para vir até o hospital fazer a marcação de um exame”, explica.

Apenas exames mais específicos, como os de imagem, ainda precisam ser repassados para o HC. Consultas de retorno com os médicos também são feitos diretamente nas unidades. Regiane Portela, 27 anos, reconhece o quanto isso facilitou sua vida, depois de passar por um tratamento delicado.

“Precisei retirar um nódulo do seio, e nisso foi um processo de idas e vindas à unidade. Mesmo assim, os profissionais daqui que me ligavam e eu vinha agendar meu retorno, sem precisar ir até o hospital. Acredito que esse foi um ganho para todo mundo”, salientou.