Servidores participam de formação em gênero e raça

sejuv_23_07_2015_angela_peres (4)
A formação foi realizada no auditório da Biblioteca Pública (Foto: Angela Peres/Secom)

O governo do Estado, por meio da Assessoria Especial da Juventude (Assejuv) e Secretaria de Articulação Institucional (SAI), promoveu, nesta quinta-feira, 23, uma formação destinada aos servidores para tratar do tema Gênero e Raça, na Biblioteca Pública. O evento contou com a participação da Secretaria Municipal Adjunta de Promoção da Igualdade Racial (Seadpir).

Com o objetivo de disseminar a necessidade de se combater o racismo, sobretudo aquele que é cometido dentro das próprias instituições privadas e repartições públicas, a gestora da Seadpir, Elza Lopes, em uma breve palestra, frisou: “O preconceito está cravado na sociedade e, portanto, precisamos reafirmar todos os marcos legais e cristalizar as conquistas que já tivemos até aqui para que o Brasil não passe por um retrocesso”.

O assessor Especial da Juventude, Weverton Matias, destacou a importância de manter a luta contra as manifestações históricas de preconceito e as que vão surgindo sem que muitos nem percebam, relacionadas ao estereótipo. “Não apenas pela cor da pele, às vezes até por serem mais novas ou por serem mais velhas as pessoas sofrem preconceito. O que precisamos defender é que não é a cor, nem a raça, nem os estereótipos que definem caráter, integridade e a honestidade das pessoas”, disse.

Durante a formação, o titular da SAI, Francisco Afonso Nepomuceno, o “Carioca”, assinou o termo de apoio à Campanha Rio Branco sem Racismo, promovida pela Seadpir nas escolas e instituições. “Todos precisamos estar unidos para combater esse problema, porque às vezes o racismo é tão institucional que as pessoas praticam e nem percebem”, completou Elza.

O Disque Racismo está disponível à população, pelo telefone 3211-2429. Todas as denúncias são averiguadas.