Segurança alerta para golpes por telefone

Se seu telefone celular tocar e a chamada for originária de Fortaleza (prefixo 85), fique atento: pode ser um golpe. Os setores de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública (Sesp) e do Gabinete Militar identificaram essa modalidade de tentativa de crime que tem acontecido com regularidade no estado e alertam à população para evitar enganos e transtornos.

Em geral as chamadas são feitas por presidiários da capital cearense que se identificam como operadores da Central Vivo de Ofertas ou do Caminhão do Faustão. Esses são os tipos mais comuns. A prática já ocorre há alguns meses, mas tem ficado mais evidente agora.

“A orientação é não alongar a conversa, não fornecer detalhes como CPF ou endereço, não informar nada. Há casos em que alegam estar com um parente da vítima sob sequestro, em outras situações eles apresentam uma conversa sem muito nexo e pedem dinheiro. As tentativas são várias, é preciso ficar atento”, disse o major Charles Santos, diretor do Centro de Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp).

Sobre os golpes

O golpe do Caminhão do Faustão tenta arrancar da vítima dados cadastrais alegando que a pessoa fora sorteada. Muitas vezes os golpistas já dispõem de algumas informações para dar maior veracidade aos casos. Já no golpe da Vivo, o argumento é a manutenção no serviço. “Eles pedem que a vítima A retire a bateria do celular por alguns minutos para completar o procedimento. Nesta hora, eles entram em contato com algum parente alegando que a vítima A foi sequestrada e que, para ter certeza, basta ligar no celular dela, que estará desligado. Muitas pessoas se desesperam nesda hora e repassam dinheiro”, informou o major.