Vacina

Saúde reforça a importância de manter vacinação em dia durante pandemia

Esta é a Semana de Vacinação nas Américas, momento criado para promover e celebrar o poder de salvar vidas por meio de vacinas. Uma das preocupações atuais é que não ocorra a lotação das unidades de saúde também por outras doenças, além da Covid-19. Dessa maneira, se faz importante manter a vacinação regular para que outras doenças não venham a contribuir para um colapso.

Grupos de risco devem ser imunizados em todas as especialidades Foto: Odair Leal/Secom

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), faz o apelo para que a população, principalmente os grupos de risco como idosos e crianças, não deixem de atualizar suas vacinas. 

“O prejuízo é muito maior se as crianças não forem vacinadas, então, o Ministério da Saúde fez uma carta de recomendação pedindo que a população tome as medidas de prevenção, mas que não deixe de vacinar os seus filhos”, enfatizou a chefe de Imunização e Rede de Frio, Renata Quiles.  

A recomendação é da Organização Mundial de Saúde (OMS) e Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), pois de acordo com elas: “A história tem nos mostrado que, após guerras ou epidemias, se permitirmos grandes lacunas nas coberturas vacinais, doenças evitáveis por vacinação como poliomielite e sarampo podem ressurgir”. 

Seguindo os protocolos de prevenção 

Os protocolos de distanciamento social para evitar aglomerados de pessoas devem ser seguidos para a segurança de todos. “A recomendação aos municípios é que seja feito o agendamento de horário, para que não haja superlotação das unidades e aglomeração de pessoas”, destacou Renata Quiles.