capacitação

Saúde participa da Oficina ImunizaSUS que apresenta dados sobre enfrentamento da baixa cobertura vacinal

Com o intuito de socializar os componentes da Pesquisa ImunizaSUS e construir estratégias para o enfrentamento das baixas coberturas vacinais, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), participou nesta terça-feira, 11, da Oficina ImunizaSUS, no auditório da Associação dos Municípios do Acre (Amac), em Rio Branco.

A oficina tem por objetivo socializar os componentes da Pesquisa ImunizaSUS e refletir criticamente sobre os dados apresentados, bem como construir estratégias para a interiorização do movimento de fortalecimento das ações de imunização e para o enfrentamento das baixas coberturas vacinais.

A secretária de Estado de Saúde, Paula Mariano, falou sobre a importância de discutir sobre os números baixos de vacinação no último ano. Foto: Odair Leal/Sesacre

A secretária de Estado de Saúde, Paula Mariano, falou sobre a importância de discutir sobre os números baixos de vacinação no último ano e as estratégias que devem ser adotadas.

“É nessas oficinas que saem estratégias de fortalecimento e ações de imunizações para o enfrentamento das baixas coberturas vacinais. Precisamos identificar os fatores que estão impactando as baixas coberturas vacinais e, consequentemente, permitindo bolsões de crianças, adolescentes, adultos e grupos vulneráveis suscetíveis às doenças imunopreveníveis”, explicou.

De acordo com Jackson Freire, pesquisador do Núcleo de Educação em Saúde Coletiva (Nescon), esse estudo nacional apresentado na oficina abrange diferentes metodologias. “Este espaço deliberativo promove um amplo debate sobre os principais desafios na imunização nos territórios municipais em nível nacional, gerando reflexões que subsidiem a formulação e revisão das políticas realizadas em cada município do estado”, ressaltou.

A oficina tem por objetivo socializar os componentes da Pesquisa ImunizaSUS e refletir criticamente sobre os dados apresentados. Foto: Odair Leal/Sesacre

A superintendente do Ministério da Saúde, Keila Mazieiro, salientou a relevância da oficina ao unir as instituições e ouvir os fatores de cada secretaria municipal de saúde. “O trabalho realizado junto a cada área técnica, as coordenações municipais de imunizações e gestores municipais vai poder identificar os gargalos e, assim, intervir no processo de imunização do estado do Acre e o Ministério da Saúde é parceiro para salvar vidas”, relatou.

O evento é uma realização do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Acre (Cosems-AC), em parceria com o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), o Nescon da Faculdade de Medicina da UFMG e o Ministério da Saúde, e contou com a presença do Dr. Júlio Cesar Schweickardt, pesquisador do Instituto Leônidas e Maria Deane – ILMD/Fiocruz Amazonas.

O que é o ImunizaSUS?

O ImunizaSUS visa capacitar até 94 mil profissionais e trabalhadores de saúde que atuam nas ações de imunização em todos os municípios do país. Além do curso, o projeto prevê uma série de ações de comunicação, visando o engajamento social para conscientização da população brasileira sobre a importância da vacinação.