Hospital da Mulher

Saúde Itinerante atende 60 mulheres do Vale do Juruá


Vindas de municípios como Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Mâncio Lima, Rodrigues Alves e Cruzeiro do Sul, cerca de 60 de mulheres receberam atendimento ginecológico durante o mutirão promovido pela Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do programa Saúde Itinerante, em Cruzeiro do Sul.

Foram atendidas cerca de 60 mulheres no Vale do Juruá  Foto: Onofre Brito

Realizado no Hospital da Mulher e da Criança do Juruá, nos dias 5, 6 e 7 deste mês, o acolhimento das pacientes se deu no período da manhã e da tarde, para evitar aglomeração no local. Foram feitos exames ginecológicos, como a colposcopia e a cirurgia de alta frequência (CAF), além de serem disponibilizados os serviços social e de enfermagem.

Pertencente à etnia Apolima-Arara, Clemilda da Silva, de 42 anos, fez seu primeiro exame preventivo do câncer de colo do útero (PCCU) na Aldeia Nova Esperança, localizada no município de Marechal Thaumaturgo. Ela conta que demorou cerca de 11 horas de barco até chegar a Cruzeiro do Sul. “Deu alteração no resultado do exame, por isso fui chamada para fazer a CAF aqui no município”, conta.

Em seus quase 20 anos de existência, o Saúde Itinerante leva atendimento especializado a locais de difícil acesso e municípios que não ofertam os serviços de cirurgia e procedimentos.

Moradora de Mâncio Lima, Katiana Leite, 38 anos, conta que tinha um nódulo no útero e fez  tratamento. Agora que está grávida, aproveitou a presença da equipe para realizar o acompanhamento de sua saúde. “Estou grávida e graças a Deus tive a oportunidade de fazer essa consulta com o médico especialista para saber como estou. Quando soube do mutirão, vi que não podia perder essa oferta aqui em Cruzeiro do Sul”, ressalta.

Também foram realizadas consultas ginecológicas Foto: Onofre Brito

A coordenadora do Programa Saúde Itinerante, Rosemary Fernandes, relata que foram ofertadas avaliação ginecológica, cirurgia de alta frequência, coleta de biopsia de exame uterino e colposcopia.

“Nós estamos dando seguimento aos atendimentos realizados no mês passado e nesse mês vamos atender 60 mulheres daqui do Vale do Juruá. Atendemos pacientes com idade entre 18 e 80 anos, vindas de vários municípios da regional, reduzindo assim a fila de espera do TFD [tratamento fora de domicílio]”, ressalta Rosemary.

TFD

Muitas dessas mulheres aguardavam na fila de espera do Tratamento Fora de Domicílio (TFD) para receber atendimento. Com a realização do mutirão, houve redução no tempo de espera e mais comodidade às pacientes. Após os procedimentos, houve pacientes que recebem alta do tratamento e já saíram da fila do TFD.

De acordo com o ginecologista Gilson Carvalho, “o trabalho visa dar continuidade às ações do Saúde Itinerante, fazendo as colposcopias, que são procedimentos para investigação e prevenção do câncer do colo do útero. Pode haver necessidade de biópsia, que é a complementação do exame e que também é realizada por meio do programa. Às vezes até o tratamento, que é o CAF, para retirar essas lesões precursoras do câncer”, explica.