prevenção

Saúde e Defesa Civil se reúnem para tratar protocolos de saúde em caso de enchentes

Representantes da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) se reuniram nesta quinta-feira, 7, com membros da Defesa Civil estadual para tratar sobre a criação de protocolos de saúde voltados para os abrigos que estarão apoiando as famílias que venham a ser atingidas pela cheia.

A iniciativa é uma medida de prevenção e também uma preocupação do governo em relação às inundações, para que não ocorra disseminação da Covid-19, e que todos os procedimentos de saúde sejam adotados.

iniciativa é uma medida de prevenção e também uma preocupação do governo em relação às inundações Foto: Odair Leal/Secom

“Trabalhamos para combater a disseminação da Covid-19, essa tem sido nossa luta diária, por isso, enquanto representantes da Saúde no Estado, já estamos nos organizando quanto aos métodos preventivos voltados para o distanciamento e cuidados para evitar que o vírus se prolifere, em caso de necessidade da utilização dos abrigos”, explica a diretora de Vigilância em Saúde, Adriana Lobão.

De acordo com a Defesa Civil, a previsão de chuvas para este ano está acima da média. Por isto, mesmo que não ocorra inundações, o Estado já elabora um plano de ação com os cuidados voltados para as famílias.

De acordo com a Defesa Civil, a previsão de chuvas para este ano está um pouco acima da média Foto: Odair Leal/Secom

“Diante dos últimos acontecimentos, como vimos nos municípios de Tarauacá e Cruzeiro do Sul, que estavam acima da cota de transbordamento, estamos nos organizando, para que todas as medidas corretas sejam tomadas, iremos acionar as defesas civis dos 22 municípios do estado e passar as orientações da Vigilância Sanitária”, destacou o comandante do Corpo de Bombeiros Carlos Batista.

Participaram da reunião a diretora de Vigilância em Saúde, Adriana Lobão, o coordenador Municipal da Defesa Civil, Cláudio Falcão, o coordenador Estadual da Defesa Civil e comandante do Corpo de Bombeiros, Carlos Batista, o secretário de Infraestrutura do Município de Rio Branco, Valmir Alexandre, a diretora de Vigilância Ambiental, Regina Claudia, além de membros da equipe da Vigilância Sanitária Estadual.