Sala de parto da maternidade passa por reforma e adequações

Agora os leitos não serão mais divididos apenas por cortinas (Foto: Angela Peres/Secom)
Com a reforma, os leitos não serão mais divididos por cortinas (Foto: Angela Peres/Secom)

Com o objetivo de oferecer mais conforto e privacidade às novas mamães e recém-nascidos, a sala de pré-parto, parto e pós-parto (PPP) da Maternidade Bárbara Heliodora passa por uma extensa reforma, que deve beneficiar as pacientes. O investimento também trata de uma adequação exigida pela nova legislação vigente do Centro de Parto Normal (CPN), do Ministério da Saúde.

De acordo com a diretora da instituição, Lorena Rojas, a partir de agora haverá seis quartos do tipo suíte e um deles com banheira de água morna, propícia para o parto. Antes, os leitos eram divididos apenas por cortinas. Outra novidade é que se até então as crianças precisavam ir para outro local após o nascimento, agora elas serão assistidas junto à mãe no mesmo quarto.

“Ter o bebê na água será uma escolha livre da mãe”, explica a diretora. São muitos os benefícios dessa modalidade de parto humanizado, no qual só há intervenção cirúrgica em última instância. Entre as vantagens estão o relaxamento da mamãe e uma transição mais natural para o bebê, que estava envolto em um líquido morno ainda na barriga.

Os quartos com suíte ainda estão em andamento (Foto: Angela Peres/Secom)
A construção dos quartos com suíte ainda está em andamento (Foto: Angela Peres/Secom)

Além disso, também é permitida a presença do pai, que por sua vez pode auxiliar o processo e torná-lo mais cômodo e estimulante para a mulher, sem muitas dores.

“O ambiente é o que favorece a humanização do parto, e isso envolve a forma como se atende desde a entrada da gestante no hospital até o momento da alta dela com o bebê”, completou Lorena.

Em média, 16 partos são feitos por dia na maternidade. Com a banheira, a equipe do hospital será capacitada para garantir às mães que optem pela água um parto seguro e tranquilo.