Resultado do monitoramento de desmate será divulgado nesta quinta-feira

Dados fazem parte do Programa de Monitoramento de Áreas Especiais (PROAE)
 

Os resultados do Programa de Monitoramento das Terras Indígenas e Unidades de Conservação na Região Amazônica Brasileira (PROAE) serão apresentados na próxima quinta-feira, 17, no auditório da Biblioteca da Floresta Marina Silva. Serão divulgadas informações sobre taxas de desmatamento e corte seletivo dos anos de 2005 a 2007, além de contar com a indicação de possíveis áreas de mineração, ocorrência de pistas de pouso, ocupação irregular e vias de acesso.

PROAE é considerado uma das estratégias mais efetivas e recomendadas para conservar a biodiversidade e o modo de vida de populações indígenas. As informações obtidas por meio do programa possibilita o fornecimento de subsídios aos órgãos parceiros para o planejamento e execução de ações que visam manter áreas especiais da região amazônica.

 PROAE é desenvolvido em parceria com o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) e com o Centro Técnico e Operacional de Porto Velho (CTO-PV). De acordo com o secretário de Estado de Meio Ambiente, Eufran Amaral, a parceria surgiu para agregar qualidade ao monitoramento.

O Estado está trabalhando a transparência no monitoramento da cobertura ambiental. O desmatamento sempre foi tratado com delicadeza, com receio, e agora queremos saber o que foi desmatado e de que forma”, disse o secretário. Até o final deste ano o Governo deve lançar um livro sobre o desmatamento no Acre. A última publicação data de 1988, assinada pela Funtac.