e-Governance Conference

Representante do Acre em encontro internacional visita modelo de bairro tecnológico na Estônia

Representando o Acre na imersão sobre governo digital na Estônia, o titular da Secretaria de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict), Assurbanipal Mesquita, integrou a comitiva brasileira na visita, realizada nesta quarta-feira, 11, ao bairro Ülemiste City, localizado em Tallin, capital da Estônia. A região corresponde a um parque tecnológico que é referência na Europa.

O encontro e-Governance Conference transcorre durante esta semana e conta com a participação de representantes de 36 países, para discutir, apresentar e compartilhar experiências sobre o modelo de governo digital, que tem por conceito a adoção de ferramentas, práticas e soluções que visem à entrega eficiente de serviços públicos, promovendo a interação entre a sociedade e o Estado por meio de canais digitais.

Comitiva brasileira em reunião com a coordenadora da agência de negócios e-Estônia Briefing Center, Erika Piirmets. Foto: cedida

Na visita, a comitiva participou de reunião com a coordenadora da agência de negócios e-Estônia Briefing Center, Erika Piirmets, que apresentou a trajetória sobre os avanços da tecnologia no país e também no bairro.

Ülemiste City

Criado em 2005, o bairro inteligente Ülemiste City está localizado em Tallin, capital da Estônia. O projeto visa proporcionar uma alternativa de ambiente intelectual para jovens talentos estonianos que não teriam como deixar seu país, mas que poderiam impactar o mundo de lá, como uma cidade de negócios inteligente e um motor da economia estoniana.

De área industrial abandonada, Ülemiste City se tornou um importante ambiente para o desenvolvimento de tecnologias. Foto: cedida

A antiga área industrial abandonada passou por uma transformação, tornando-se um ambiente urbano que oferta um espaço atrativo para negócios tecnológicos. Atualmente há cerca de 14 mil profissionais trabalhando e vivendo no bairro. Com cerca de 500 empresas que fazem negócios no local, Ülemiste City gera um volume de mais de 2 bilhões de euros por ano.

As melhores empresas de tecnologia da informação (TI) estonianas reúnem-se nesse bairro, exportando sua produção. Em comparação com o resto da Estônia, constituem, juntas, um terço das exportações totais do setor de TI estoniano.

Projeção para o Acre

Seict sugere estudo para implementação de um parque tecnológico no Acre. Foto: cedida

“No Acre, estamos iniciando a concepção de um espaço semelhante, que será o nosso distrito tecnológico, e que também terá como propósito estimular o desenvolvimento das habilidades dos jovens acreanos, atrair empresas e fomentar negócios na área tecnológica e bioeconomia. Conhecer a experiência da Estônia nos fará avançar com maior segurança nesse projeto”, destaca o secretário Assurbanipal Mesquita.

O gestor acrescenta que ainda este ano está previsto o início da elaboração de um plano diretor e a organização da plataforma de governança para a sua implementação. “Fico muito motivado pela perspectiva de oportunidades que um empreendimento como esse pode prover, sem falar dos futuros empregos que podem ser gerados em nosso estado. O governo e as nossas instituições de ensino e pesquisa estão muito interessadas no avanço dessa proposta”, acrescenta o gestor.