Investimentos

Projeto da Zona de Desenvolvimento Sustentável Abunã-Madeira é apresentado ao Governo do Estado

A proposta inovadora busca ações com objetivo de fomentar a sustentabilidade ambiental por meio do desenvolvimento socioeconômico de forma sustentável em estados do norte

Conciliar sustentabilidade e desenvolvimento da Amazônia, este foi o principal objetivo da reunião realizada nesta sexta-feira, 19, pela Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) em Rio Branco. A intenção é apresentar uma proposta inovadora para os desafios da Amazônia dentro da Zona de Desenvolvimento Sustentável Abunã-Madeira (ZDS).

O evento contou com a participação de diversas secretarias e entidades representativas do setores ligados a industrias, florestal e agropecuária. Foto: Ascom/Sefaz.

Aliado ao Governo do Acre, a superintendência planeja trazer melhorias na qualidade de vida da população, por meio da sustentabilidade ambiental. ““Esta reunião é uma grande oportunidade para o Acre e a bioeconomia, para o agronegócio, para o empreendedorismo e o turismo. O Governo do Acre está empenhado, junto com os governos do Amazonas e Rondônia, em apoiar essa iniciativa, que certamente irá mudar a vida de muitas pessoas e fomentar a geração de empregos”, afirmou o Vice-governador, Major Rocha.

A proposta significa a capacidade de proteger a floresta e garantir o direito dos habitantes da região às mesmas oportunidades de cidadania que o restante do país, como infraestrutura urbana, mobilidade, desenvolvimento econômico, o que acarreta na criação de empregos para a região norte. A superintendente da Sudam, Caroline Campos Löw, avaliou a apresentação como uma inclusão social e econômica para a região.

“Essa é proposta da Zona de Desenvolvimento Sustentável Abunã-Madeira, planejada como um conjunto de ações multisetoriais que visam promover a sustentabilidade ambiental por meio do desenvolvimento socioeconômico das áreas onde estará localizado”, disse a superintendente.

Caroline Campos Löw, Superintendente da Sudam. Foto: Ascom/Sefaz.

A ZDS engloba 32 municípios localizados no sul do Amazonas, leste do Acre e noroeste de Rondônia. o projeto de sustentabilidade ambiental engloba ações em dois eixos fundamentais e estratégicos de atuação: Desenvolvimento Produtivo (Bioeconomia, Turismo, Agronegócio, Indústria) e Infraestrutura Econômica e Urbana (Logística e Transporte, Energia, Telecomunicações). Para o secretário de Empreendedorismo e Turismo, Jhon Douglas Costa, o evento é um marco importante para o desenvolvimento do turismo no Acre.

“Hoje o evento é importantíssimo para a gente porque a Sudam e a Suframa detentoras do recurso e nós temos uma grande necessidade nisso. Nosso estado precisa muito dos fundos de investimento, por isso, essa reunião é um marco para o desenvolvimento do turismo aliada ao desenvolvimento sustentável. A secretaria de Turismo tem que fazer com que essas coisas aconteçam da melhor forma e que avancem na área do empreendedorismo, já que aliado a isto temos a geração de emprego e renda” disse o secretário.

Secretário de Empreendedorismo e Turismo, Jhon Douglas Costa. Ascom/SEET.

A ideia é potencializar as vocações produtivas e econômicas locais, bem como os recursos humanos na área do empreendedorismo. O projeto ainda será apresentado para os Governos estaduais e demais entidades envolvidas que fazem parte da Zona de Desenvolvimento Sustentável.

Estiveram presentes ainda o secretário da Fazenda, Amarísio Freitas; o secretário de Produção e Agronegócio, Neném Junqueira, o presidente do Instituo de Defesa Agropecuária e Florestal, Francisco Thum; o secretário de Planejamento e Gestão, Ricardo Brandão; o presidente da Federação da Agricultura do Acre, Assuero Veronez e o governador em exercício, Major Rocha.