Programa de Aquisição de Alimentos injeta R$ 1,6 milhão na economia acreana

Alimentos do PAA são adquiridos de mais de dois mil produtores e atendem 434 entidades em todo o estado (Foto: Leônidas Badaró/Secom)
Alimentos do PAA são adquiridos de mais de dois mil produtores e atendem 434 entidades em todo o estado (Foto: Leônidas Badaró/Secom)

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) divulgou o balanço do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) em todo o Brasil. Segundo os números divulgados pelo governo federal, o Acre aparece na terceira posição no país no que se refere ao volume de recursos recebidos. Com o programa, em apenas um mês foram movimentados na economia do estado mais de R$ 840 mil, dinheiro depositado na conta de 830 produtores familiares no Acre.

Os pagamentos são feitos todo mês, permitindo que o agricultor receba os recursos no máximo em 30 dias após a entrega dos produtos.

Os produtos adquiridos dos agricultores familiares são destinados às pessoas em situação de insegurança alimentar atendidas por instituições públicas ou filantrópicas de ensino. Ao todo, existem 434 entidades cadastradas no Acre que recebem os alimentos por meio do PAA.

Carlos Antônio Pinheiro destaca que o programa é importante para toda sociedade acreana (Foto: Leônidas Badaró/Secom)
Carlos Antônio Pinheiro destaca que o programa é importante para toda a sociedade acreana (Foto: Leônidas Badaró/Secom)

“O PAA favorece bastante a economia acreana. Esse programa foi criado e pensado para o produtor da agricultura familiar. No próximo dia 8 vão ser mais 800 mil reais na conta dos produtores. O dinheiro vai circular e ajudar a economia”, afirma Carlos Antônio Pinheiro, coordenador estadual do PAA.

Vale ressaltar que em todo o estado são mais de 2.100 produtores cadastrados no programa. Com o pagamento dos recursos dos produtores que ainda estão fazendo as primeiras entregas, a tendência é de que o volume de recursos do PAA somente no Acre ultrapasse os R$ 2 milhões.