segurança

Profissionais do Acre trocam experiências de políticas públicas com gestores do ES e RS  

Com visita institucional realizada à Subsecretaria de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social (Subades) ligada à Secretaria de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social do Espírito Santo (Setades), na última sexta-feira, 1º, representantes das equipes técnicas das secretarias de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e de Assistência Social dos Direitos Humanos e de Políticas para Mulheres do Acre (SEASDHM) finalizaram uma agenda de trabalho nas regiões Sul e Sudeste do país.

Profissionais do Acre trocam experiências de políticas públicas com gestores do ES e RS   Foto: Cedida.

Na ocasião, foram recebidos pela subsecretária Sandra Shirley de Almeida e equipe gestora da Setates e Subades, quando foram trocadas experiências a respeito das políticas públicas correlatas à pasta gestora, incluindo projetos e programas do governo que vêm impactando de forma positiva a vida da população no Estado do Espírito Santo.

No dia anterior, os profissionais do Acre foram à Secretaria de Justiça e Sistemas Penal e Socioeducativo (SJSPS) e conheceram a experiência da Ouvidoria da Secretaria de Segurança Pública e  Defesa Social do Estado do Espírito Santo, que apresentou sua expertise e o sistema de monitoramento das manifestações recebidas.

Equipe do Acre representou o governo do Estado Foto: Cedida.

Já em Porto Alegre (RS), nos dias 28 e 29, a equipe do Acre cumpriu agenda institucional na Secretaria de Justiça e Sistemas Penal e Socioeducativo daquele estado. O objetivo do encontro foi a apresentação do funcionamento do Programa Estadual de Proteção, Auxílio e Assistência a Testemunhas Ameaçadas (Protege), do Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte (PPCAAM) e de outros programas de segurança pública do Rio Grande do Sul.

Para as agendas, a equipe de governo do Acre foi representada pelo diretor de Direitos Humanos da SEASDHM, André Crespo; pelo gestor do Programa de Proteção à Vítima  e Testemunha Ameaçada (Provita), Luís Fernando Messias; pela ouvidora do Sistema Integrado de Justiça e Segurança Pública e também coordenadora do Programa de Defesa Social Acre Pela Vida, delegada de Polícia Civil Márdhia Pereira e por Susie Lamas, assessora técnica da Sejusp.